Las

DECORAÇÃO VERDE: COM UMA SELEÇÃO DE PLANTAS BRASILEIRAS!

08/06/2019

Existem muitos motivos para ter uma decoração verde, com plantas naturais dentro de casa. As plantas purificam o ar, nos aproximam da natureza e reduzem a quantidade de estresse que sentimos.

 Considerando a importância do convívio com as plantas, fizemos uma seleção de belíssimas opções de vasos. Veja a seguir alguns modelos com folhagens vibrantes e texturizadas, especialmente nos tons de verde e amarelo que podem iluminar os nossos espíritos, mesmo nos dias mais acinzentados de inverno.

 

Gerânio-Cheiroso

Além de um belo colorido, algumas plantas podem deixar a sua casa mais perfumada. É o caso do Gerânio-Cheiroso. Alguns cuidados com o Gerânio: Manter em local bem iluminado, molhar e alimentar a planta regularmente – com alimento apropriado para ela. Essa bela planta vai deixar a sua decoração verde ainda mais especial.

 

Lírio Branco

Outra opção super perfumada de flor, é o Lírio. Existem centenas de tipos de lírios com cores e cheiros diferentes. Os tamanhos também podem variar de um para o outro. Entre todos eles, o Lírio branco é o que possui a coloração mais “abrasileirada”. Sua flor tem um pouco de branco e amarelo e o caule é bem verdinho.

Espada-de-São-Jorge

A Espada-de-São-Jorge e as suculentas também são plantas que não exigem muitos cuidados. Elas sobrevivem bem quase em todos os lugares. A Espada-de-São-Jorge tem a folha estreita e com uma estampa marmorizada. Algumas possuem as bordinhas amarelas. São muito lindas!

Dracaena-Reflexa

Entre as opções verde e amarela a Dracaena Reflexa é um dos arbustos mais populares. Composta por várias folhas curtinhas e estreitas, ela cresce verticalmente e pode atingir até 2 metros.  Para cultivar uma Dracaena e manter a sua decoração verde bem bonita, alguns cuidados são importantes:  Mantê-la em local bem iluminado e evitar temperaturas muito frias. Quando sentir o solo seco, acrescente um pouco de água.

 

 

TAGS: decor; decoracaodeinteriores; designdeinteriores; decoracao; jardim; jardimdentrodecasa; plantas; flores;

Facebook Facebook Facebook
Las

Saiba como montar um jardim de inverno incrível

24/07/2017

Montar um jardim de inverno é uma experiência muito agradável, pois  lidar com a terra, com a vegetação e até com os detalhes desse cantinho charmoso, traz muito entusiasmo e gratificação.

Quando bem planejado, este cantinho se torna multifuncional, pois embeleza a casa, purifica o ar, alegra o ambiente e ainda permite uma gostosa interação das pessoas com a natureza, ainda que dentro de casa.

 

Antes de colocar as mãos à obra, acompanhe várias ideias e escolha a ideal pra você!

Embaixo da escada

Se você mora em um a casa de dois andares, um ótimo lugar é embaixo da escada, já que seu jardim poderá ser admirado tanto por quem sobe ou desce os degraus quanto por quem está no piso terreo. Além disso, a área sob a escada costuma ser subestimada e sem muita utilidade, tornando-a o local ideal para um jardim inverno.

 

Em salas ou corredores

Em salas em “L”, nas amplas ou mesmo em corredores de dimensões largas, é possível montar um jardim de inverno muito bonito. Aqui, cabe uma sugestão: se as dimensões do ambiente forem significativamente grandes, uma dica é construir o jardim de inverno em toda a extensão da parede maior. O efeito é realmente impactante.

Mas se o contrário também for verdadeiro, ou seja, em salas muito pequenas é preciso aproveitar todo o espaço reservado para a vegetação, inclusive o aéreo. Há duas possibilidades: um jardim isolado com porta de vidro e boa iluminação terá um destaque especial.

Já um jardim integrado à sala e sem barreiras permitirá maior interação com o ambiente. Se optar pela segunda opção, lembre-se de que o estilo do jardim deve acompanhar o restante da decoração de ambiente.

A iluminação ideal para um jardim dentro de casa

Seja qual for a área interna escolhida, é necessário que haja, no teto ou em uma das laterais, alguma fonte de iluminação externa, ainda que as plantas escolhidas prefiram sombra. Lembre-se, que plantas são seres vivos e precisam fazer fotossíntese (com a luz solar) para se alimentarem.

Portanto, se o local tiver pouca iluminação, é fundamental optar por folhagens e flores que necessitem de pouca luz.

 

As plantas mais adequadas ao jardim de inverno

Em geral, um jardim de inverno pede plantas resistentes e que se adaptem a ambientes internos como escritórios e salas. Escolha as que harmonizem entre si e com o ambiente, lembrando que em espaços muito limitados até a parede pode ser usada. Uma dica é fazer um contemporâneo jardim vertical preenchendo toda a parede.

Para planejar o paisagismo do seu cantinho dentro de casa aposte nas plantas que preferem sombra:

·         Samambaia;

·         Lírio da Paz;

·         Antúrio;

·         Espada de São Jorge;

·         Bromélias de sombra;

·         Margarida Inglesa;

·         Ráfia;

·         Calêndula;

·         Cactos;

·         Boca de Leão;

·         Dracena;

·         Amor-perfeito;

·         Chamaedorea;

·         Violeta (meia sombra);

·         todos tipos de Suculentas;

·         Comigo-ninguém-pode (cuidado com crianças e animais domésticos, pois é venenosa).

TAGS: jardins; jardindeinverno; plantas; jandinsemcasa; plantas;

Facebook Facebook Facebook
Las

SUCULENTAS: IDEIAS CRIATIVAS PARA TER ESSA PLANTA EM CASA

26/05/2017

Bonitas e fáceis de cuidar, as espécies de suculentas são ótimas opções para cultivar em casa. Inspire-se nas dicas para inexperientes e apaixonados por plantas.

Uma boa ideia para incrementar o jardim é brincar com a altura dos vasos. Uma maneira fácil e diferente é empilhar modelos de cerâmica, resultando em uma cascata de plantas. Para um efeito mais interessante, use suculentas pendentes. As suculentas pedem pouca quantidade de água. Não use pratinhos e jamais deixe a terra encharcada, porque a umidade excessiva apodrece suas raízes.

Sabe aqueles caixotes de frutas ou de plantas? Em vez de descartá-los, transforme-os em miniestantes. O primeiro passo é tratar a madeira: passe generosas demãos de verniz para protegê-las das chuvas e de respingos das regas. Se quiser pintar o caixote, use tinta à base de resina PVA e só aplique o verniz após a secagem. Depois basta pregar duas ripas de madeira para formar as prateleiras da estante e abusar de vasos e objetos pequenos para decorá-la.

 

A família das suculentas vive com pouca luminosidade e rega controlada – a cada 7 dias no verão e a cada 10, no inverno.

 

As taças transparentes de licor ganharam minissuculentas e espadinhas. Elas resistem bem ao novo hábitat se receberem água uma vez por semana. Cuidado para não encharcar a terra.

As suculentas são plantas que apresentam raiz, talo ou folhas engrossadas. Essa característica permite o armazenamento de água durante períodos prolongados e em quantidades muito maiores do que nas plantas normais. Por isso, elas não são fãs de água em excesso. Um jeito charmoso de protegê-las da chuva é criar redomas para os vasos de cerâmica a partir de garrafas pet. Barbantes, tags de cerâmica ou de papel e fios de sisal dão um ar romântico ao conjunto.

 

TAGS: suculentas; plantas; verdinhos; plantasemcasa; floricultura; floriculturaflores;

Facebook Facebook Facebook
Las

Terrários de suculentas, como fazer?!

26/10/2016

Terrários são jardins plantados em vasos. Estes vasos podem ser de vidro ou cerâmica e conter, pedras, carvão, terra, plantas, etc. É um lugar onde se pode acompanhar o desenvolvimento e comportamento vegetal, com pouca manutenção, água e cuidados para as plantas. Estes vasos podem ser colocados em qualquer lugar e irão adornar mesas e outros locais onde o espaço for limitado. Um terrário irá adicionar um pouco de beleza natural e paz a qualquer espaço.

 

-Materiais necessários

-Vaso de cerâmica ou vidro (aquário, garrafa, copo, etc.;

-Drenagem: seixos, brita, cacos de telha;

-Carvão vegetal;

-Areia grossa;

-Substrato de crescimento de suculentas;

-Mudas de cactos e/ou suculentas;

-Decoração: seixos, perlita, biobric, esfagno, musgos, etc.;

-Pazinha, colher ou pinça para manusear as plantas.

Substrato de crescimento de Suculentas

As suculentas são plantas que não toleram o excesso de umidade nas suas folhas e raízes. Há um risco muito grande da planta melar caso isso ocorra. É imprescindível que o substrato seja poroso na sua composição. Para isso, é importante que ele seja formulado com areia de construção. A areia não permitirá que haja acúmulo de água no substrato e a sua porosidade permitirá um melhor desenvolvimento do sistema radicular das mudas. A areia a ser utilizada deve ser 10% do total da Formulação a ser preparada.

Formulação do Substrato para 5 Kg: 4 Kg de Condicionador de Solo "Classe A" + 500 gramas de Areia + 500 gramas de Nutrientes (Casca de ovo seca e moída no liquidificador + Cinzas de churrasqueira peneirada).

Preparação do Terrário:

Passo 01 - Escolha do vaso

Para a escolha dos vasos não há um criterio específico. Fica de acordo com o gosto de cada um e o local que o terrário deverá ficar. Geralmente, vasos furados (cimento, cerâmica ou plástico) ficam em locais externos, enquanto que, aquários de vidros, em locais internos.

Passo 02 - Montagem do vaso

A montagem do vaso de cerâmica, plástico ou cimento, deve ser a mesma que o plantio de vaso comum. Deve-se ter uma drenagem, o substrato de crescimento, mudas de cactos e suculentas variadas e a decoração.

 

A montagem do vaso de vidro é mais criteriosa pois este vaso não possui saída de água. O excesso de umidade pode melar as raízes e caules das plantas. O primeiro passo é fazer a drenagem com argila expandida ou brita. Em seguida, deve-se colocar uma camada de carvão vegetal para absorção do excesso de umidade. Acima do carvão pode-se colocar a areia grossa. Somente após estes itens é que deve completar com o substrato de crescimento das suculentas. Em seguida, faz o plantio das mudas e, posteriormente, completa-se com a decoração (seixos, biobric, esfagno, musgo, etc.).

 

Passo 03 - Plantio das mudas

Para fazer o plantio das mudas, deve-se umedecer o substrato de crescimento para que a terra não escorra na hora de fazer os buracos. Faz-se os buracos, coloca as raízes nos buracos, pode usar uma colher para que as raízes fiquem direcionadas para baixo. Deve-se ater apenas para que não fique nenhuma raiz exposta, pois elas não irão vingar. Após o plantio, deve-se apertar ao redor das mudas para que elas fiquem firmes.

Passo 04 - Cuidados especiais

O terrario de suculentas pode ser colocado dentro de casa se o mesmo tiver sido montado em aquários de vidro. Para esse tipo de terrário a umidade é um fator determinante. Suculentas não gostam do excesso de água pois melam. Então, deve-se molhar o vaso apenas quando o substrato estiver seco ou molhar as folhas com um pulverizador.

Terrários de suculentas plantados em vasos de cerâmica, plástico ou cimento devem ficar em locais que recebam sol direto. Algumas suculentas possuem a tendência de mudarem a coloração das suas folhas de forma natural quando expostas ao sol. Locais de sombra são prejudiciais para as suculentas, elas crescem estioladas e feias. Caso ocorra alguma praga, como pulgões e cochonilhas, o combate pode ser feito com inseticidas orgânicos. Se a praga for as lesmas e caracóis, pode-se usar um lesmicida orgânico. Caso o problema seja uma doença, o ideal é substituir a planta doente por uma saudável. Se escolher o tratamento foliar, deve-se diluir 1 colher de chá do fertilizante Sulfato de Cobre em 1 Litro de água e pulverizar nas folhas das plantas 1 vez a cada 20 dias até o controle definitivo da doença.

TAGS: suculentas,; plantasemcasa,; jardimdesuculentas,; paisagismo,; floriculturaflores;

Facebook Facebook Facebook
Las

Decoração com suculentas

22/06/2016

   As suculentas são uma das opções para quem deseja um toque verde no décor, mas não tem tempo disponível para cuidar de uma planta mais tradicional!

   Com diversos formatos e tamanhos, as suculentas são plantinhas mais do que simpáticas: elas podem decorar janelas, mesas postas, banheiros e qualquer outro ambiente da casa.

   Originárias de ambientes desérticos, as suculentas carregam consigo, além de lindas formas e cores, a preferência por climas mais secos e quentes. A rega dessas plantinhas é mais espaçada do que a rega de uma planta normal: uma vez por semana no verão e a cada quinze dias, mais ou menos, no inverno. Essa característica faz das suculentas a planta preferida por quem passa muito tempo fora de casa ou que não tem tempo para cuidar de uma planta com manutenção mais complexa, mas que não quer abrir mão de um toque de natureza dentro de casa.

   A versatilidade das suculentas para a decoração é o seu ponto forte. Grandes arranjos da planta podem servir como decoração para salas e varandas, por exemplo. Em vasos pequenos e delicados, as suculentas podem passar a ser pequenos mimos para a mesa posta, enfeites de janela e até mesmo fazer parte da decoração dos lavabos e banheiros.

   A mesa posta merece uma atenção especial. As suculentas menores são charmosas e delicadas, ideais para funcionar como arranjo de centro de mesa ou como marcador de lugar para convidados.

   Os vasos também influenciam no estilo da decoração do ambiente onde as suculentas serão colocadas. Vasos de plástico e cerâmica são os mais indicados para essas plantas (sendo que os de plástico consomem menos água do que os de cerâmica, que acabam absorvendo parte da água da rega). As cores, os formatos e tamanhos dos vasos podem ser escolhidos de acordo com a ambientação e com o estilo do décor, para completar o charme das suculentas.

TAGS: suculentas; ; verdeemcasa; ; decorcomsuculentas;

Facebook Facebook Facebook
Las

DICAS PARA INCREMENTAR SEU JARDIM

07/12/2015

  -Pérgola, vasos na parede, horta... Há mil maneiras de deixar o jardim mais convidativo. Elegemos algumas delas para você se animar e começar o projeto de sua área externa ou varanda, agora mesmo!

 

Jardim interno lindo! A Floricultura Flores em Içara possui as mais variedades em plantas para você!

 

   -Teto ventilado

   Pérgola pode ser uma bela solução para varandas. Ferro e bambu são outros materiais comuns para a criação de pérgolas. O ferro dá um visual mais sofisticado. A madeira permite acabamentos variados. Ecológico e leve, o bambu é mais indicado para modelos suspensos. Independentemente do material, vale aplicar um verniz que proteja a peça de intempéries e chumbar a estrutura no piso ou na parede.

 

Vasos de parede para dar mais vida a sua cada. Você encontra na Floricultura Flores

 

   -Parede de escalada


   Quer ter um efeito parecido com o dos jardins verticais sem gastar tanto? Coloque vasos na parede! Para ficar ainda melhor, acrescente uma textura diferente ao espaço. Ao escolher os vasos, verifique se têm mesmo furos no fundo, para que a água excedente da rega não fique acumulada e apodreça as raízes. Forre a base com uma pequena camada de pedras ou argila expandida e, sobre ela, posicione uma manta de poliéster. Só então coloque o substrato e a muda: 2/3 de terra comum e 1/3 de adubo orgânico é uma boa mistura. Para que a terra fique mais drenada, acrescente também um pouco de areia. Atente a este detalhe: a superfície da planta deve ficar no mesmo nível da boca do vaso.

 

Vasos com cor e textuta diferente, lindos!!! Floricultura Flores

 

   -Orgânicos em casa


   Ter folhas verdes frescas ervas para um chá da tarde e temperos sempre à mão é uma delícia. E o melhor de tudo: sem agrotóxicos. Se você ainda não possui uma horta em casa, saiba que não há empecilhos, nem mesmo de tamanho, para planejar a sua. Vale plantar as mudas em cachepôs de aço galvanizado, em canteiros de terra, no quintal ou  em vasos. Analise com cuidado o local que receberá os temperos, pois o sol é um fator importantíssimo. As hortaliças devem receber luz natural durante a manhã ou à tarde por pelo menos quatro horas diárias. Importante: adube mensalmente com composto orgânico para renovar os suprimentos das plantas.

 

Lindas!! As suculentas são plantas fáceis de cuidar! Você encontra na Floricultura Flores

 

   -Rejeição zero


   Gordinhas e fáceis de cuidar, as suculentas são ótimas opções para jardineiros de primeira viagem. Em geral, essa família de espécies pede regas semanais, mas preste atenção nos sinais. Se perceber que a planta está murchando, aumente a quantidade de água; se as folhas da base começarem a apodrecer, diminua. Importante: a água deve ser direcionada para a terra, nunca para as folhas. Caso a suculenta fique pálida e fina, é porque não está recebendo a quantidade necessária de luz. Para proporcionar o crescimento por igual, gire o vaso de tempos em tempos.

 

TAGS: #jardim; #paisagismo; #decor; #loveit; #FloriculturaFlores; #trabalhoimpecavel; ;

Facebook Facebook Facebook
Las

juliane cardoso

Juliane Cardoso - Suelen Serafim

Projetos criativos ambientes planejados para refletir a alma de seus moradores. 

...

SulpisoKasar

Facebook

InatecGabriel Construções
EleganzaVitrolAmbience DecorAmbience DecorAmor e CarinhoPonto das TintasPonto das tintasVidraçaria Decor GlassFibra SulMorro Estevão Plantas OrnamentaisMarquesa HomeQuinto ElementoOrnamento
Juliane Cardoso 2014 © Todos os direitos reservados