Las

Planejamento da lavanderia!

19/06/2019

Sim, ela também merece!

Deixada sempre por último ou totalmente esquecida, a lavanderia é um espaço difícil de organizar. Não é muito comum gastarmos tempo, dinheiro e energia na decoração desse ambiente. Costumeiramente, a lavandeira se torna um lugar que mantemos de portas fechadas para esconder aquela bagunça feita por produtos de limpeza e roupas.

Mas e quando o apartamento é pequeno e a lavanderia fica integrada à cozinha? O fato é que organizar e decorar a lavanderia não é um “bicho de sete cabeças” e com algumas soluções bem simples é possível deixá-la funcional, organizada e muito bonita.

Armários sob medida

Um dos segredos para manter tudo organizado é o armazenamento. Quando sua lavanderia tem fartura de armários, você consegue guardar tudo em seu devido lugar. Nada mais prático do que ter um lugar para cada coisa, não é mesmo?

Os armários planejados aproveitam cada “cantinho” e criam um espaço com toda funcionalidade que as atividades diária exigem. O chão livre é imprescindível para uma boa circulação, por isso escolha armários altos para guardar baldes, tábuas de passar roupas e vassouras.

Embutir sua máquina de lavar roupas também é uma boa opção para ganhar espaço e deixar sua lavanderia organizada. Aí é só decorar com alguns vasos, e pronto. Fica lindo.

Nichos, cabideiros e prateleiras.

Esses são os curingas que não podem faltar em sua lavanderia. Além de super práticos, esses elementos compõem uma área de serviço com estilo.

Os nichos e as prateleiras ficam perfeitos em locais com pouco espaço e você pode produzir sua lavanderia com caixas e cestos para armazenar roupas e produtos de limpeza. O cabideiro é excelente para pendurar camisas, vestidos e casacos enquanto secam ou até mesmo após serem passados para não amassarem antes de guardar. Enfim, são soluções simples que facilitam muito.

A bancada não pode faltar

Não é só na cozinha que ela é útil. A lavanderia também precisa de uma bancada de apoio para o momento de separar, ou dobrar as roupas.

Dependendo do tamanho de sua bancada, ela pode ser utilizada para passar roupas, dispensando até o uso de uma tábua de passar. Nesse caso, é mais indicado que a máquina de lavar seja com abertura frontal para que ela possa se encaixar embaixo da bancada. A área de serviço fica toda integrada, bastante funcional e organizada.

Escondendo tudo

Se o caso não é integrar e sim deixar mesmo tudo fora da visão, então o jeito é instalar painéis ou portas sob medida, uma ideia bem inteligente para quem prefere deixar a bagunça bem escondida. A melhor opção é a porta de correr pois é mais prática e não ocupa espaço enquanto estiver aberta. Mas é possível ousar com portas de aço, como aquelas que vemos em lojas. Elas deixam o visual bem diferente e estiloso.

Invista num revestimento bonito

Pensando mais na decoração, uma lavanderia com azulejos que não são tão comuns nesta área deixam o visual totalmente diferenciado e criam um ambiente mais moderno. E não é por que a lavanderia é um local de trabalho que ela não possa ser bonita, não é mesmo?

Cores dão personalidade

Se você for do tipo que gosta de sair do “lugar comum”, então esqueça o clichê “lavanderia branca” e coloque cor em sua área de serviço. E não é só nas paredes que você pode aplicar uma cor diferente, o piso também fica bem bonito, assim como armários e acessórios.

Procure soluções que tragam praticidade

Pensamos na decoração e organização, certo? Mas a versatilidade de uma área de serviço é fundamental. A lavanderia é lugar de lavar e passar roupas e essas atividades precisam de alguns facilitadores.

 

TAGS: cozinha; cozinhaamericana; decoracaodecozinha; marcenaria; moveisobmedida; tendencia; cozinhaclean; lavanderia; lavande;

Facebook Facebook Facebook
Las

Tampos e Bancadas em porcelanato

27/11/2018

As bancadas em porcelanato estão com tudo na decoração. Já pensou poder usar peças de porcelanato para personalizar a sua bancada?

O uso dos porcelanatos de grande formato é uma tendência que veio para ficar, pois além de utilizar as peças como revestimentos para pisos e paredes a novidade é utilizá-lo em móveis. Os formatos grandes possibilitam o uso em tampos de cozinhas, banheiros, churrasqueiras, lavanderias sem a necessidade de muitas juntas, proporcionando um visual bem clean ao tampo e diminuindo o acúmulo de sujeira nos rejuntes.

Além de serem perfeitos para uso em áreas molhadas, pois a absorção de água é quase nula.

 

Com a tecnologia da impressão digital há uma enorme variedade de acabamentos muito fiel à realidade como mármores, pedras naturais, madeiras, concreto, etc…

Assim a criatividade pode rolar solta para que o ambiente tenha o estilo que você deseja.

Para todos os estilos:

-Se você deseja um ambiente rústico, opte pelos porcelanatos amadeirados.

-Se a ideia é um ambiente minimalista, opte por aqueles mais neutros como Mármore Calacata, Carrara…

-Para um ambiente clássico e elegante, sem dúvida os revestimentos marmorizados em tons escuros contrastando com metais dourados são uma tendência!

-Para um estilo industrial você pode compor um porcelanato cimentício.

E possivel ousar ainda mais e utilizar o porcelanato como tampo de mesa ou revestindo moveis.

-Outra dica também é utilizar o mesmo padrão de revestimento usado no piso e parede para combinar com tampos e móveis, proporcionando um visual bem clean e minimalista.

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Escolha a tinta certa para a pintura: tipo, acabamento, rendimento e cor.

29/10/2018

Para saber qual é a tinta certa, você deve olhar primeiro se o local tem ou não contato com água (banheiro, cozinha e lavanderia precisam de tinta resistente à água) e qual é o tipo de superfície (alvenaria, madeira, metal);

Para pintura em área interna a seca, você pode usar látex.

Para pintura em área externa ou áreas molhadas (banheiro e cozinha), você pode usar tinta acrílica.

Para áreas molhadas, também é possível usar tinta epóxi, que pode ser aplicada em paredes, pisos, azulejos, ferro e aço, box, piscinas e caixas-d água. A epóxi é a mais cara que a acrílica, mas aguenta limpeza pesada e dura mais.

Independente da área, se a superfície for madeira ou metal, você pode aplicar tinta esmalte.

Sobre acabamento:

Existem três tipos de brilho: fosco, acetinado (também chamado de semi-brilho) e brilhante. Eles influenciam na aparência e durabilidade. Quando mais brilho tiver a tinta, mais durável será porque contêm mais resina. Por outro lado, quanto mais brilhante é a tinta, mais aparecem às imperfeições da parede e mais difícil é a remoção e repintura. Quanto mais brilho, maior a durabilidade e o preço.

 

Sobre o rendimento:

Existem três tipos: premium (alto rendimento), standard (rendimento médio) e econômica (rendimento baixo). Quanto mais rende, maior o preço. Mas na verdade, você vai precisar aplicar menos demãos e justamente por serem menos camadas, a pintura vai ficar mais bonita.

Sobre a escolha da cor:

Experimente primeiro. Compre latas pequenas para teste e faça quadrados de várias cores na parede para escolher e que mais te agrada. E só compre a quantidade total depois que tiver certeza do tom que escolheu.

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Nada de deixar espaços perdidos e sem decoração

08/06/2017

Quadros, prateleiras, plantas e adesivos podem ser boas alternativas para tornar a área útil e bonita.

Confira mais ideias

As paredes do corredor, da churrasqueira, da lavanderia, da varanda e até mesmo da sala costumam ser esquecidas na hora de decorar. Mas com um pouco de criatividade, é possível deixá-las, não somente em destaque, como torná-las mais úteis. Para tanto, é possível apostar em quadros com bonitas molduras, papéis de parede diferentes, azulejos portugueses, revestimentos volumosos ou mesmo em prateleiras, nichos e vasos.

Já ouviu falar em boiserie?

De madeira, gesso e até isopor, a técnica francesa garante beleza e classe aos ambientes.

Uma forma de emoldurar a parede. Assim pode ser definido a boiserie, revestimento francês típico do século 18 que enche as paredes de charme e estilo com painéis de madeira adornados por molduras em série. Mas se o nome remete à carpintaria, ao longo do tempo a técnica sofreu transformações para se tornar mais acessível. Assim, pode ser feita, hoje, em cimento, madeira, gesso e até isopor.

Durante a popularização do revestimento, a chamada “falsa-boiserie” entrou em cena e deslocou a madeira para o fundo do painel ou simplesmente a eliminou do processo, abrindo espaço para alternativas com outros materiais. E, ao contrário do que se possa imaginar, o uso dessas soluções nas molduras não prejudicou o impacto do efeito – principalmente quando a pintura era o objetivo final.

Ao investir em boiseries de molduras baratas como gesso e isopor, entretanto, a preocupação inicial deve ser torná-las resistentes aos impactos. Uma saída possível é aplicar tinta acrílica sobre as peças, o que confere mais durabilidade ao modelo.

Efeito carregado

Quem decide usar boiseries nos ambientes não pode confundir seu efeito com o de rodameios que dividem a parede em duas partes por meio de uma moldura horizontal,  ou o de “lambris”, réguas de madeira coladas ou fixadas na parede. Além disso, ao escolher o revestimento francês, alguns cuidados precisam ser tomados.

Dica

-Quanto mais alto as placas e molduras forem instaladas, mais pesado será o resultado na decoração. Quando for instalar, divida a parede em quadros e coloque o revestimento até 85 cm do chão. Além disso, saiba que o efeito naturalmente irá reduzir o pé direito, já que divide os espaços.

TAGS: decordeparedes; ; boiserie; decoracaodeinteriores; decor; ; decorespacosvazios;

Facebook Facebook Facebook
Las

juliane cardoso

Juliane Cardoso - Suelen Serafim

Projetos criativos ambientes planejados para refletir a alma de seus moradores. 

...

SulpisoKasar

Facebook

InatecGabriel Construções
EleganzaVitrolAmbience DecorAmbience DecorAmor e CarinhoPonto das TintasPonto das tintasFibra SulMorro Estevão Plantas OrnamentaisMarquesa HomeQuinto ElementoOrnamento
Juliane Cardoso 2014 © Todos os direitos reservados