Las

Como cuidar com as plantas no inverno?

19/08/2019

Assim como as pessoas, as palntas também sentem "na pele" as mudanças climáticas. A chegada dos dias frios pede cuidados específicos e atenção redobrada para que seu jardim cresça saudável e permaneça cheio de vida durante o  inverno. Os ventos fortes, rajadas e a fuga do sol, por exemplo, são só algumas das dificuldades que precisam ser contornadas ao longo da estação mais fria do ano. 

É preciso lembrar que, no inverno, existe uma diferença de iluminação e as plantas acabam recebendo menos luz. A primeira coisa a se atentar é perceber como a luz natural muda dentro de casa. Assim, a troca de lugar dos vasos ou o remanejamento do jardim pode ser necessário. Você vai precisar empurrar as plantas para mais perto da fonte de luz para elas se manterem bem.

TAGS: decor; decoracao; plantas; paisagismo; decorcomplantas; ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Vasos em fibras para jardins

23/07/2019

Quer dar uma aparência ainda mais natural ao seu jardim ou área externa? Então a opção é abrigar suas plantas e folhagens em um vaso de fibra! A fibra é um material eclético e tem diversos tipos, acabamentos, cores e formatos. Por esta razão, fazem dos vasos de fibra são peças super estéticas, que se destacam e são práticas por sua leveza e facilidade em decorar ambientes com outros itens e móveis.

A vantagem do vaso de fibra é que, independentemente do espaço que ocupará, seus modelos combinarão com os demais elementos ou, ainda, criarão um contraste sutil, se este for o desejo. O fato é que sempre ajudam a deixar o ambiente, seja interno ou, especialmente, externo, com o aconchego e tranquilidade que a natureza oferece.

O vaso de fibra sintética pode abrigar qualquer tipo de planta, desde que se ajuste à sua dimensão e ao seu formato. Também é importante atentar-se à vazão de água para não danificar as espécies.

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Maneiras de valorizar a área externa da sua casa

12/06/2019

Mesmo sendo um ambiente mais informal e alegre, é preciso cuidar com alguns detalhes importantes que podem garantir a durabilidade a vida útil dos itens escolhidos para decorar esse espaço. Confira as dicas de profissionais da área para quem não quer errar na escolha dos produtos.

 

Iluminação

É possível transformar ambientes de uma maneira incrível através da iluminação. Hoje o mercado traz uma gama de opções, com estilos e dimensões variadas. Os produtos vão desde os conhecidos espetos de jardim até luminárias mais sofisticadas. Por se tratar de itens que estarão expostos à alterações climáticas é preciso verificar o Índice de Proteção (IP) do produto. Alguns oferecem proteção contra exposição ao sol, vento, chuva e poeira. Caso a luminária não seja em alumínio, o ideal é escolher com uma boa pintura, como a epóxi, que oferece elevada resistência química e mecânica (impacto, corrosão, radiação U.V., etc). Além disso, hoje é possível encontrar projetores de médio e longo alcance, com baixíssimo consumo de energia e que ainda possibilitam a troca de cores. Essas características permitem infinitas possibilidades ao executar os projetos.

Tecidos

Os tecidos são um grande aliado na decoração de ambientes ao ar livre. A gramatura e a composição têxtil possuem grande influência na durabilidade de um tecido, bem como o tipo de tingimento ao qual ele foi submetido: Tecidos de fio tingido possuem durabilidade maior e tendem a desbotar menos. Já os com estampa digital também podem ser utilizados, mas possuem uma vida útil mais curta. Para deixar o espaço mais alegre, escolha de estampas tropicais, e o uso de tons de verde, azul e amarelo. ao local.

 

Mobiliário

Para espaços externos, uma dica é escolher móveis que componham o ambiente de forma acolhedora. Vale lembrar que é preciso estar atento aos materiais e especificações de cada um deles, garantindo assim a sua durabilidade. De acordo com ele, os materiais mais indicados nesses casos são alumínio, vidro ou fibras sintéticas de alto desempenho.

 

Proteção Solar

Nem só de futons e espreguiçadeiras vive uma área externa. É sempre muito importante pensar em proteção solar, existem inúmeras opções de toldos, ombrelones e persianas que cumprem esse papel: No caso das persianas, existem telas solares que permitem o contato externo mesmo abaixado, com alto grau de absorção de raios UV. Já os toldos podem ser equipados com sensores de vento e sol, que recolhem ou abrem automaticamente de acordo com as condições climáticas.

Piso

Os pisos são parte importante da ambientação externa. Pisos e Móveis, decks em madeira valorizam esteticamente os projetos e, além disso, ainda impactam diretamente no valor de revenda do imóvel futuramente. A aplicação da madeira nas áreas externas deve ser feita no contra piso e não na grama, pois esta pode reter umidade e diminuir a vida útil da matéria prima. A largura do deck pode variar, promovendo diferentes efeitos no projeto. Além disso, eles são ideais para o entorno de jacuzzis, piscinas e spas, pois oferecem grande resistência a alterações climáticas e também por não superaquecerem quando expostos ao sol. 

Cuidados importantes

Mesmo com tecidos específicos e materiais de alta durabilidade, é preciso cuidado constante na manutenção de ambientes externos. No caso de chuvas, é importante retirar o enchimento das almofadas para que sequem ao sol mesmo quando possuem capas de tecido impermeável. Já os toldos foram desenvolvidos para proteção solar e não para chuvas. Nestes casos devem ser recolhidos para preservar a integridade das peças. Se a tela do toldo molhar, é necessário projetá-la para que seque ao sol e evitar danos como mofo, entre outros.

 

TAGS: decor; decoraçao; decoracaodeinteriores; ambientesintegrados; varandas; varandasintegradas; areaexterna; jardim; paisag;

Facebook Facebook Facebook
Las

Cozinha Gourmet: O que é? Dicas, Ideias

24/04/2019

Vem com a gente saber mais sobre esse estilo de cozinha que vem dominando as casas mais modernas, além de dicas, projetos e ideias para você se inspirar.

O que é cozinha gourmet?

Assim como o seu nome diz, uma cozinha gourmet é um espaço para praticar e apreciar uma culinária de alto padrão.

Dentre as principais características desse ambiente está a multifuncionalidade entre espaços, ou seja, existem ambientes integrados, sem a necessidade de separar cozinha da área dos convidados.

Por isso é tão comum encontrarmos esses modelos de cozinhas junto a salas de jantar, varandas, dentre outros tipos de áreas externas onde a ideia seja socializar a partir da culinária.

Sendo assim, acaba sendo uma ideia perfeita também para espaços mais limitados, sem a necessidade de divisórias e trazendo a amplitude que a conexão entre ambientes faz.

Por que fazer uma cozinha gourmet planejada?

Móveis planejados têm o objetivo de preencher o espaço com mobília sob medida, de um jeito funcional e prático.

Também são móveis feitos adaptados para não atrapalhar a circulação das pessoas no ambiente, portanto é a solução perfeita para a criação de uma cozinha gourmet de acordo com seu espaço disponível.

E como a cozinha gourmet é um conceito moderno, planejar o espaço para receber equipamentos e eletrodomésticos modernos é o melhor a ser feito para encaixar cooktops, fornos embutidos, coifas, além de dividir área molhada da área seca, e também planejar a presença de uma ilha, bancada ou mesa no espaço.

Sem um projeto por detrás, tudo se torna mais arriscado e trabalhoso. Comprar mobílias separadas não cria a harmonia praticamente obrigatória que deve existir numa cozinha gourmet.

Um balcão extenso por toda parede, o material da ilha que combina com seus armários, gavetas funcionais, materiais e utensílios de fácil alcance, dentre outras características que somente o mundo dos móveis planejados podem oferecer.

Ideias de projetos para sua cozinha gourmet

Cozinha gourmet simples

O básico para você ter uma cozinha gourmet em casa é unir com outro cômodo, criando o espaço amplo e integrado. A ideia mais simples é a sala de jantar.

Além dos móveis básicos de uma cozinha, dê preferência para ter uma bancada no meio do ambiente, cercada de bancos ou cadeiras.

Pronto, esta é a sua versão mais simples de uma cozinha gourmet. Se puder investir um pouco mais, instale um fogão cooktop na bancada para cozinhar ainda mais próximo dos seus convidados.

Cozinha gourmet pequena

Se a sua cozinha for de um tamanho bem pequeno, a ideia é aumentá-la unindo com o espaço a ser integrado, seja uma área externa ou sala de jantar.

É fácil adaptar uma cozinha com balcão americano a uma cozinha gourmet, pois basta conectar o balcão com a mesa de jantar se houver espaço disponível.

A harmonia entre as decorações dos ambientes se conectam e a partir dessa junção um novo e maior cômodo surge! Outro ponto que liga bem as áreas é a iluminação.

Cozinha gourmet na área externa

Sua cozinha gourmet também pode ser planejada para se conectar com um espaço aberto, como o jardim ou área da piscina, por exemplo. A ideia é dar um ar maior de liberdade para os convidados.

A única limitação é que a área da cozinha em si, com mobílias, eletrodomésticos e outros equipamentos deve ser coberta, podendo as mesas ficar na área externa, dependendo do material, é claro.

Esse visual aberto traz um ar de área de lazer, de ambiente despojado, alegre e tranquilo. Já pensou

Cozinha gourmet rústica

Como o mundo da decoração sempre ousa e é desafiado, a moda das cozinhas gourmets no estilo rústico também pegou, mesmo sendo um destaque no estilo moderno. Legal, né?

Nesse estilo, a cozinha ganha revestimentos que exalam naturalidade, como madeira de demolição, pedras naturais, fibras, dentre outros, ao contrário do frio e moderno aço inox ou madeira mdf que o estilo moderno pede.

Esse estilo rústico traz mais ainda sensação de acolhimento ao espaço, remetendo a ambientes antigos. Dê prioridade a móveis grandes, pesados, que preencham bem a área e tragam esse ar de conforto e fartura.

Nada lhe impede de misturar o rústico com outros, como o próprio moderno ou ainda algumas mobílias vintages.

Cozinha gourmet com ilha

A principal ideia da cozinha com ilha é aproximar o cozinheiro dos amigos ou familiares convidados. A ilha serve como uma bancada para receber os pratos e deixar os convidados à vontade se servindo e se deliciando.

Esse contato direto do fogão direto para a bancada é uma característica de alto padrão na cozinha. Se a ideia ainda for cozinhar na bancada, do lado dos convidados, a melhor opção é um fogão cook top! Quanto ao forno, instale em outro local do ambiente.

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

VALE A PENA INTEGRAR A VARANDA COM A SALA?

09/04/2019

Atualmente, integrar espaços é mais do que um conceito, é uma filosofia de vida. Foi-se o tempo em que a sala de jantar era um espaço separado da de estar e a cozinha nem pensava em se misturar com esses cômodos. Hoje, a história é outra. Integrar otimiza espaços, faz a vida ficar mais fácil no dia a dia, aumenta a sensação de conforto. Quando o assunto é varanda e sala, fica a dúvida: será que vale a pena integrá-las? Ou tal integração corre o risco de interferir no charme e na função de cada um dos ambientes? Tudo depende do modo como eles são integrados. Confira a seguir algumas estratégias de décor que selecionamos para integrar sua sala e varanda de forma inteligente e elegante.

PENSE EM UMA CARTELA DE CORES ORGÂNICAS

Como o decor engloba tanto um espaço fechado quanto aberto, uma boa forma de deixar tudo mais natural é investir em uma cartela de cores orgânicas.

APOSTE NA MADEIRA

Ela é um material que se da bem em áreas internas e externas.. Além disso, combina com fibras e tecidos mais casuais. Outro fator interessante é que a madeira também recebe a natureza de braços abertos. Valorizá-la com plantas ou mesmo um jardim vertical é sinônimo de sucesso na certa.

TRAGA A VISTA PARA DENTRO DO AMBIENTE

Caso a sua varanda possua uma vista bonita, uma ótima forma de ajudar na sua integração com a sala é trazê-la para dentro do ambiente.

 

TAGS: decor; decoraçao; decoracaodeinteriores; ambientesintegrados; varandas; varandasintegradas;

Facebook Facebook Facebook
Las

Dicas de iluminação para jardins e áreas externas

04/09/2018

As luzes externas devem cumprir sua função fundamental iluminar um ambiente, mas ainda estilizar e incrementar a decoração de jardins, corredores, garagens e fachadas no geral.

A iluminação externa vai demandar diferentes resultados das luzes que na interna. O posicionamento e a proteção das luzes são mais importantes nestes ambientes para prevenirem brilhos intensos que geram clarão.

O clarão ocorre através de fontes de luz de tamanhos grandes ou de forte intensidade. Sua ação é totalmente desconfortável e tende a “cegar” quem tem contato com ele, já que reflete diretamente nos olhos humanos.

O investimento em iluminação no ambiente exterior de uma casa poderá ser de menor tamanho que no interior. Isso é justificado pelo fato de nossos olhos precisarem de menos luminosidade em locais abertos para enxergar a luz às sombras e os padrões que em locais fechados.

A iluminação exterior deve ser sensível ao dirigir luz indireta. Esse tipo de luz vai iluminar as superfícies circundadas por ela de forma sutil. A luz direta irá se redirecionar ao objeto ao qual está dirigida e iluminará um pouco do que está em volta.

Posicionamento da iluminação

Para planejar o esquema de iluminação de jardins e áreas externas é fundamental que você mesmo dê uma volta pelo local durante a noite. A partir disso se poderá notar quais pontos pedem a presença de luz e também poderá prever como e quando você quer usar esses espaços.

Corredores e trajetos: são locais que precisam ser bem iluminados de forma acolhedora e segura. Entretanto, não é necessária uma intensa iluminação.

Entradas: uma sugestão é inserir pontos de luz nas duas faces de portas (frente e trás) e também em suas laterais.

Entrada para carros e garagens: uma ótima opção são luzes de baixa voltagem para tais ambientes.

Escadas e degraus: estes espaços devem ser iluminados para segurança, assim como os corredores citados anteriormente.

Decks e quintais: a iluminação pode focar em locais específicas de tarefas, como áreas para cozinhar, áreas de estar e em grades. A iluminação voltada para cima pode ser usada para iluminar o ambiente indiretamente

Jardins: iluminar as plantas traz um grande diferencial para um jardim. Tente criar um jogo de luz e sombras entre os elementos, que irá renovar a atmosfera do ambiente, resultando em silhuetas projetadas em outros materiais. Use preferencialmente lâmpadas de baixa tensão.

Piscina e água: a iluminação da piscina é quase que obrigatória. Um tipo de iluminação utilizada são os projetores localizados externamente, que oferecem segurança por não haver condução de energia na água. Há também na própria piscina a iluminação de função apenas decorativa, como fibra ótica e LEDs que podem mudar de cor, e spots para iluminar internamente. A iluminação para cima e para baixo através da água corrente produz um efeito fascinante..

 

 

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Espelhos, o grande coringa da decoração

20/02/2018

 

Aprenda como tirar o máximo proveito desse recurso simples e acessível para decorar toda a sua casa

Espelhos estão por toda parte, mas nem parece. Simulador por natureza, a grande arte deste elemento decorativo é passar quase despercebido nos ambientes. Mesmo assim, são hipnóticos, seja na forma de um moderníssimo painel cobrindo toda a parede ou um aristocrático espelho veneziano. 
Posicionados com técnica, ampliam espaços, camuflam defeitos construtivos, duplicam a iluminação, criam efeitos, em fim, os espelhos são versáteis e atemporais. 
São bem vindos em todas as situações e combinam com qualquer estilo e material. Em alguns ambientes, conseguem fazer mágica, como criar a ilusão de espaço amplo em um apartamento muito pequeno. Como tudo em decoração, exigem bom senso na harmonização e cuidado com a proporção e posicionamento.

Uso contemporâneo
Nada mais atual do que o clima retrô dos móveis espelhados. Aparador, cômoda e mesa de centro têm o formato ideal para ser revestidos. Basta um deles, e só, na sala para deixar o espaço elegante e lembrar Hollywood dos anos 30. Mas não se esqueça: o charme está em tornar o móvel invisível. Um aparador espelhado colocado atrás do sofá cumpre sua função sem pesar no conjunto. 
-Cuidado: o que estiver próximo vai ser refletido e ressaltado; observe se está adequado.  

Ilusão visual
Para ampliar espaços pequenos, a dica é cobrir uma parede inteira. O segredo está em posicionar o espelho de maneira estratégica, de modo que fique meio camuflado, como se tivesse sido aberta uma parede. De preferência, em uma parede lateral e não frontal à entrada.
-Cuidado: procure posicioná-lo de modo a refletir um ambiente mais distante ou, melhor, uma bela imagem de fora, como o jardim, uma piscina ou uma árvore aparecendo na janela do apartamento. 



Valorização da imagem
No banheiro, pode se usar em toda a extensão da bancada e até o teto. Além de ser um local em que as pessoas precisam se ver bem, o recurso aumenta e enobrece o espaço, cada vez mais reduzido nos apartamentos modernos. 
-Cuidado: espelhos no quarto, embora sejam essenciais, podem lembrar motel. Para preservar a intimidade, posicione-o apoiado no chão e levemente inclinado. 

Quebra de simetria
Há um efeito inesperado, de surpresa, quando se colocam espelhos entre quadros. A composição ganha movimento.  
-Cuidado: um espelho veneziano, por exemplo, tem alto impacto e pode conflitar com quadros pesados. 

Toque de gentileza
Instalar espelhos inteiros no lavabo, além ajudar a reduzir a sensação de isolamento que alguns provocam, pode ser uma manifestação de cuidado com as visitas, especialmente mulheres. Todo mundo agradece quando tem a oportunidade de verificar se continua tudo bem com a aparência.  

Luz em dobro
A vantagem que um espelho proporciona de ampliar a luminosidade pode ser benéfica ou maléfica para o ambiente. Se estiver em uma posição inadequada, haverá muito brilho e uma sensação de excesso visual. 

Contraponto com madeira
Ambientes com muita madeira, que tendem a ficar pesados, ganham um toque de leveza com objetos e móveis espelhados. Em uma estante escura, coloque um espelho no fundo ou uma caixa espelhada na prateleira para criar a ilusão de abrir um espaço como se fosse uma janela. No geral, madeira escura combina com espelho, o choque do claro e escuro fica elegante. 

A força da moldura
Não há regras sobre o acabamento dos espelhos, confirmando sua versatilidade, a não ser o equilíbrio com o que está em torno. Molduras antigas ou moderníssimas, estilo anos 60, colonial ou renascentista, elas só precisam se adequar aos seus vizinhos. A não ser que se dispense a moldura. Se você não reparou, nos ambientes mais antenados, os espelhos parecem flutuar na parede. 
-Segredo: ele está em colado em uma placa de madeira MDF com as bordas recuadas. Se os cantos do espelho forem arredondados, aí o efeito será totalmente anos 70.

 

 

 

 

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Saiba como montar um jardim de inverno incrível

24/07/2017

Montar um jardim de inverno é uma experiência muito agradável, pois  lidar com a terra, com a vegetação e até com os detalhes desse cantinho charmoso, traz muito entusiasmo e gratificação.

Quando bem planejado, este cantinho se torna multifuncional, pois embeleza a casa, purifica o ar, alegra o ambiente e ainda permite uma gostosa interação das pessoas com a natureza, ainda que dentro de casa.

 

Antes de colocar as mãos à obra, acompanhe várias ideias e escolha a ideal pra você!

Embaixo da escada

Se você mora em um a casa de dois andares, um ótimo lugar é embaixo da escada, já que seu jardim poderá ser admirado tanto por quem sobe ou desce os degraus quanto por quem está no piso terreo. Além disso, a área sob a escada costuma ser subestimada e sem muita utilidade, tornando-a o local ideal para um jardim inverno.

 

Em salas ou corredores

Em salas em “L”, nas amplas ou mesmo em corredores de dimensões largas, é possível montar um jardim de inverno muito bonito. Aqui, cabe uma sugestão: se as dimensões do ambiente forem significativamente grandes, uma dica é construir o jardim de inverno em toda a extensão da parede maior. O efeito é realmente impactante.

Mas se o contrário também for verdadeiro, ou seja, em salas muito pequenas é preciso aproveitar todo o espaço reservado para a vegetação, inclusive o aéreo. Há duas possibilidades: um jardim isolado com porta de vidro e boa iluminação terá um destaque especial.

Já um jardim integrado à sala e sem barreiras permitirá maior interação com o ambiente. Se optar pela segunda opção, lembre-se de que o estilo do jardim deve acompanhar o restante da decoração de ambiente.

A iluminação ideal para um jardim dentro de casa

Seja qual for a área interna escolhida, é necessário que haja, no teto ou em uma das laterais, alguma fonte de iluminação externa, ainda que as plantas escolhidas prefiram sombra. Lembre-se, que plantas são seres vivos e precisam fazer fotossíntese (com a luz solar) para se alimentarem.

Portanto, se o local tiver pouca iluminação, é fundamental optar por folhagens e flores que necessitem de pouca luz.

 

As plantas mais adequadas ao jardim de inverno

Em geral, um jardim de inverno pede plantas resistentes e que se adaptem a ambientes internos como escritórios e salas. Escolha as que harmonizem entre si e com o ambiente, lembrando que em espaços muito limitados até a parede pode ser usada. Uma dica é fazer um contemporâneo jardim vertical preenchendo toda a parede.

Para planejar o paisagismo do seu cantinho dentro de casa aposte nas plantas que preferem sombra:

·         Samambaia;

·         Lírio da Paz;

·         Antúrio;

·         Espada de São Jorge;

·         Bromélias de sombra;

·         Margarida Inglesa;

·         Ráfia;

·         Calêndula;

·         Cactos;

·         Boca de Leão;

·         Dracena;

·         Amor-perfeito;

·         Chamaedorea;

·         Violeta (meia sombra);

·         todos tipos de Suculentas;

·         Comigo-ninguém-pode (cuidado com crianças e animais domésticos, pois é venenosa).

TAGS: jardins; jardindeinverno; plantas; jandinsemcasa; plantas;

Facebook Facebook Facebook
Las

Transforme sua sacada gastando pouco

09/06/2017

Ter uma sacada ou varanda em casa é ter seu próprio local de relaxamento e conexão com o mundo exterior. Com a chegada da primavera e as temperaturas subindo, essa é a época ideal para retomar o uso deste cantinho tão especial, espaço pequeno não é desculpa para ficar sem decoração. Transforme e dê vida nova ao ambiente com as dicas e produtos que separamos pra você!

 

Invista em móveis vazados ou dobráveis

O uso de móveis vazados em espaços pequenos traz leveza e permite otimizar a decoração: encaixar um banquinho fora de uso embaixo da mesa ou inserir vasinhos em estantes e espaços que não tenham circulação de pessoas. Fazer uso da multifuncionalidade também é importante: bancadas dobráveis e banquinhos que atuam como pequenas mesas não “entulham” e são capazes de trazer charme a sua sacada.

Aproveite a grade

As grades da sacada não precisam ser apenas decorativas. Utilizar móveis que tenham ganchos ou peças decorativas que fiquem suspensas otimizam o espaço sem poluir visualmente, além de serem facilmente removíveis. Quer dar um toque europeu à casa? Compre floreiras com ganchos para deixar as plantas suspensas. Ninguém resiste a uma varanda florida!

Abuse da iluminação

A iluminação complementar é um item poderoso na decoração. Dá charme, enaltece a beleza dos móveis e não é só estética: traz conforto e aconchego. Crie um clima perfeito com luzinhas no teto, envoltos na grade ou com lanternas à vela. Mas segurança em primeiro lugar: procure por produtos à prova d’água, se a sacada não tiver cobertura, e dê preferência para lâmpadas LED, que são de longa duração e com baixo risco de choques elétricos.

Menos é mais

Investir em apenas um detalhe também tem seu charme. Uma série de almofadas no chão, uma única cadeira, um vaso maior, os elementos separados trazem dramaticidade. Aplique a filosofia minimalista que preza que você só precisa do essencial para viver e desapegue nessa decoração. Que tal só ter uma poltrona ou uma almofada no chão?

Além destas ideias, você pode criar uma decoração com pallets ou seu próprio jardim vertical na sacada. Qual é seu tipo de sacada preferido?

 

TAGS: sacada; decoracaodavaranda; palantasnavaranda; decor; jardim; jardimvertical; decorcompallets;

Facebook Facebook Facebook
Las

SUCULENTAS: IDEIAS CRIATIVAS PARA TER ESSA PLANTA EM CASA

26/05/2017

Bonitas e fáceis de cuidar, as espécies de suculentas são ótimas opções para cultivar em casa. Inspire-se nas dicas para inexperientes e apaixonados por plantas.

Uma boa ideia para incrementar o jardim é brincar com a altura dos vasos. Uma maneira fácil e diferente é empilhar modelos de cerâmica, resultando em uma cascata de plantas. Para um efeito mais interessante, use suculentas pendentes. As suculentas pedem pouca quantidade de água. Não use pratinhos e jamais deixe a terra encharcada, porque a umidade excessiva apodrece suas raízes.

Sabe aqueles caixotes de frutas ou de plantas? Em vez de descartá-los, transforme-os em miniestantes. O primeiro passo é tratar a madeira: passe generosas demãos de verniz para protegê-las das chuvas e de respingos das regas. Se quiser pintar o caixote, use tinta à base de resina PVA e só aplique o verniz após a secagem. Depois basta pregar duas ripas de madeira para formar as prateleiras da estante e abusar de vasos e objetos pequenos para decorá-la.

 

A família das suculentas vive com pouca luminosidade e rega controlada – a cada 7 dias no verão e a cada 10, no inverno.

 

As taças transparentes de licor ganharam minissuculentas e espadinhas. Elas resistem bem ao novo hábitat se receberem água uma vez por semana. Cuidado para não encharcar a terra.

As suculentas são plantas que apresentam raiz, talo ou folhas engrossadas. Essa característica permite o armazenamento de água durante períodos prolongados e em quantidades muito maiores do que nas plantas normais. Por isso, elas não são fãs de água em excesso. Um jeito charmoso de protegê-las da chuva é criar redomas para os vasos de cerâmica a partir de garrafas pet. Barbantes, tags de cerâmica ou de papel e fios de sisal dão um ar romântico ao conjunto.

 

TAGS: suculentas; plantas; verdinhos; plantasemcasa; floricultura; floriculturaflores;

Facebook Facebook Facebook
Las

Qual o local ideal para instalar grama sintética?

19/05/2017

Como você vai descobrir, a grande vantagem da grama sintética é que ela pode ser instalada em praticamente qualquer lugar. Os tapetes de grama sintética são fáceis de instalar e altamente duráveis, podendo ser inserido tanto em ambientes externos quanto em internos, ou seja, a grama não precisa mais ficar apenas no jardim, você pode levá-la até mesmo para dentro de casa!

Veja só sugestões de como instalar a sua grama sintética e dicas de lugares perfeitos!

INSTALAÇÃO

Se você está definindo o local onde vai instalar o seu gramado artificial, temos algumas orientações gerais que podem te ajudar a acabar com a dúvida. Você sabia, por exemplo, que a grama sintética pode ser colocada sobre superfícies irregulares?

Sim, você pode colocar a grama em terrenos íngremes, tortuosos e com obstáculos (como árvores e canteiros, por exemplo). Tudo o que você precisa é de uma base de instalação seca, limpa e livre de vegetação; depois, se necessário, é só fazer os recortes nos tapetes para encaixar no espaço disponível.

Além disso, o ideal é que a grama sintética seja instalada em cima de pisos como:

-concreto

-contrapiso

-piso asfáltico

-cerâmica

-pedra lisa

 

Mas o melhor de tudo, além do visual lindo que esses tapetes conferem a qualquer ambiente, é que você não precisará se preocupar com a sua manutenção! A grama sintética é produzida com material super-resistente, que não degrada com as variações de temperatura, chuva ou sol, e também não necessita da aplicação de produtos químicos.

Onde posso instalar?

Agora que você já sabe que existe um mundo além do jardim para colocar o seu gramado sintético e que ele é superfácil de instalar, que tal algumas dicas de decoração para qualquer tipo de espaço ficar ainda mais especial com um toque verde?

Veja algumas sugestões:

 

Sacada

Com algumas cadeiras confortáveis e um tapete de grama sintética, você consegue criar no seu quintal ou sacada um ambiente bonito e relaxante tanto para sentar quanto colocar a leitura em dia ou mesmo descansar após um dia cansativo.

Playground

O lugar de brincadeiras das crianças pode ficar ainda mais divertido e seguro quando há uma grama verdinha, macia e antiderrapante para elas correrem e brincarem com os amiguinhos – e sem deixar os papais preocupados!

 

 

 

 

TAGS: gramasintetica; gramapermanente; grama; contrucao; jardim; decoracao; grabrielconstrucoes;

Facebook Facebook Facebook
Las

Montando uma Horta dentro de Casa

02/05/2017

Vem aprender com a gente como montar uma horta supercompleta dentro de casa que vai deixar sua decoração ainda mais linda e suas receitas mais saborosas!

Preparar uma refeição ao lado da nossa família e cortar temperinhos frescos direto da nossa horta parece um sonho que só pode ser realizado quando temos um quintal enorme ou quando estamos em uma casa de campo não é verdade? Se você é uma daquelas pessoas que não possui nem um jardim muito grande, nem uma casa no interior hoje vamos te mostrar como esse sonho de colher as ervas frescas no conforto do seu lar pode sim se tornar realidade, e na verdade é bem fácil de se concretizar!

Na hora de planejar como será o seu cantinho especial para as plantas, pense nas espécies que você mais usa e gosta e também nas cores e texturas das folhas. Quanto mais coloridas e diferentes, mais apetitosas e instigantes elas são para o olhar. Para deixar a dinâmica da cozinha mais coerente você pode deixar os seus vasinhos diretamente na bancada e cortar as folhas com uma tesoura especial sempre que necessário.

Dica: Crie um look bem charmoso e contemporâneo combinando vasos de cores similares ou com estampas parecidas. Eles ajudam a dar uma cor para o espaço e se forem parecidos criam uma unidade visual muito linda!

Abaixo você encontra algumas dicas simples de como plantar e usar um mix de ervas na sua cozinha. Todas são bem práticas e de fácil manutenção, o que é ótimo para quem não tem muito tempo para ficar cuidando das plantinhas.

 

CEBOLINHA

Dicas de Plantio: Floresce em solo úmido e bem drenado, parcialmente à sombra. (Não se esqueça de colocar um pratinho em baixo do seu vaso para que a terra se mantenha umedecida)

Usos: Muito utilizada em saladas e carnes e suas folhas tem certas propriedades anti-sépticas.

 

MELISSA

Dicas de Plantio:  O ideal é cultiva-las em potes fundos para evitar o seu crescimento. O cultivo pode ser feito a partir da semente ou da divisão de raízes em solo úmido e fértil a sombra parcial.

Usos: Pode ser utilizada em saladas, decoração de bolos, guarnições. 

 

MANJERICÃO

Dicas de Plantio: Desenvolve-se melhor em lugares abrigados a sombra (Abuse de todas as variedades dessa erva que pode ser encontrada nos mais diversos tamanhos e texturas).

Usos: Usado para fazer o molho pesto, servido com massas ou como ingrediente nas sopas.

 

Algumas ideias bem bacanas para deixar sua horta mais estilosa, é usar bowls ao invés dos tradicionais vasinhos ou até mesmo usar bandejas para organizar as diferentes espécies de temperos. Dá só uma olhada nas opções super charmosas que a gente separou:

 

TAGS: hortaemcasa; hortaemapartamento; cultivandoemcasa; floriculturaflores;

Facebook Facebook Facebook
Las

Como cuidar do jardim e plantas durante o inverno?

23/03/2017

Aprenda a cuidar do seu jardim durante a época mais gelada do ano, e garanta uma próxima primavera super florida e colorida!

 

O frio vem se aproximando cada vez mais, e afeta algumas regiões mais do que as outras. No sul do nosso país principalmente a mudança climática é bastante brusca e com isso as nossas lindas plantas que estão acostumadas com um clima mais ameno, acabam sofrendo as consequências! Por isso hoje aqui vamos mostrar alguns cuidados simples que podem ser tomados com a chegada do frio para te ajudar a proteger e cuidar ainda mais das suas plantinhas, hortas e jardins!

Para regiões que sofrem mais com o frio, geadas podem ser um problema, pois elas queimam a vegetação e impedem que a planta se desenvolva. Nesses locais faça uma cobertura de areia na vegetação que será atingida com no mínimo 1 cm de espessura. Se houver uma geada e suas plantas forem danificadas, procure regá-las logo de manhã cedo. Isso irá derreter o gelo com mais facilidade e impedir que elas sejam queimadas com o sol. Plantas tropicais que naturalmente são muito sensíveis a geadas devem ser cobertas com lonas ou plásticos durante a noite para que fiquem mais protegidas.

Como os ventos frios desta época do ano aliados a falta de chuva também característica da estação, as plantas podem ser prejudicadas e por esse motivo é importante aumentar a periodicidade com que você rega as suas plantas. Fique atento porém ao tempo, e só aumente a quantidade de água colocada nas suas plantinhas caso o tempo esteja muito seco (se houver chuva durante o período não há necessidade de aumentar a quantidade de água).

Aproveite para fazer a limpeza de espécies que entram em período de dormência nessa época, retirando galhos secos, malformados e doentes para aumentar a iluminação.

Dica: as plantas que entram em dormência normalmente são aquelas que perdem as suas folhas no inverno.

Na hora de podar as suas plantas tome cuidado para que elas não tenham flores ou botões! Essas plantas não estão dormentes mesmo que tenham perdido as suas folhas.

Preencha seus canteiros com cobertura morta como por exemplo serragem, casca de pinus, folhas secas, restos de grama etc. Esta cobertura irá servir como isolante térmico e irá ajudar a manter suas plantas sempre bonitas!

Se você quer manter o seu jardim cheio de flores mesmo no inverno, algumas opções que florescem nessa época são a Strelitza, Azaléia, Bico de Papagaio, Caliandras e viburnos e podem ser estimuladas com adubo durante esse período mais gelado.

Espero que essas dicas te ajudem a cuidar do seu jardim durante o inverno para garantir uma primavera linda e recheada de flores! Separamos também alguns dos nossos vasos preferidos para te ajudar a deixar as suas plantas ainda mais charmosas, dá só uma olhadinha:

Conjuto de vasos em resina de polietileno- Floriciltura Flores

Vasos Vietnamitas- Floricultura Flores

TAGS: plantas; paisagismo; plantasdeinverno; jardins; ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Um espaço para relaxar

25/01/2017

Muitas vezes a área de lazer é o espaço que usamos para relaxar e receber os amigos nos finais de semana. Pequenas ou não, há muitas maneiras de criar um espaço gostoso e convidativo: com piscinas, espaço gourmet com churrasqueira, lounge de descanso e até mesmo um pequeno jardim ou horta.

Algo simples de fazer mesmo em espaços pequenos e sem pesar no orçamento é criar um espaço para descanso. Você pode usar cadeiras, poltronas, um futon confortável e até mesmo uma rede. Coloque também almofadas e móveis de descanso para apoiar os pés. Garanta que o espaço seja bem arejado e confortável.

Espaço gourmet para receber os amigos

Se você costuma receber os amigos em casa é importante considerar a instalação de um espaço gourmet com churrasqueira, fogão, pia e freezer na área de lazer. É importante planejar bem esse espaço e delimitar bem área molhada, quente e gelada. Fogão e churrasqueira devem ficar longe de geladeiras e freezer, uma vez que essa proximidade aumenta o consumo de energia.

 

Churrasqueira, fogão a lenha- Ferreira Telhas

 

TAGS: espacogourmet; espacoprarelax; churrasqueira; ferreiratelhas; ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Jardim Pequeno em Casa

17/11/2016

Com o ritmo de crescimento imobiliário, as casas e apartamentos estão ficando cada vez menores. Ter um jardim em casa é o sonho de muitas pessoas, mas num ambiente pequeno pode parecer difícil. Para te ajudar a construir um jardim pequeno na sua casa, preparamos algumas dicas super fáceis para você aplicar na sua casa.

 

Jardim pequeno pode ser aconchegante e gracioso

Alguns cuidados são indispensáveis na hora de montar o seu jardim, para que as plantas fiquem sempre bonitas. As plantas maiores e mais pesadas devem ficar em vasos grandes e firmes, para que seja um bom suporte para as plantas. Elas devem ficar mais para os cantos e tomar sol em algum horário do dia.

Decore o seu jardim pequeno com atenção

Se não couber uma planta maior no seu jardim, não insista, invista em plantas menores que são igualmente graciosas. Para que dessa forma seu jardim fique sempre saudável e bem cuidado. Apostar em treliças pode ser a saída para ganhar alguns centímetros de espaço e ter ainda mais vasos e espécies de plantas no seu jardim.

Usar espécies trepadeiras e pequenos vasinhos vão deixar qualquer parede mais bonita além de aumentar as possibilidades de ter mais plantas no seu jardim. Abuse das paredes para construir um jardim vertical ou para instalar uma jardineira com pequenas espécies.

 

Jardim pequeno com plantas de parede

Uma iluminação bacana pode fazer toda diferença num jardim pequeno. A iluminação pode preencher o ambiente e deixá-lo mais aconchegante. Alguns focos de luz, uma luz amarela e alguns efeitos podem deixar o ambiente mais agradável e valorizado. Você pode reutilizar materiais naturais como madeira e vasos de barro, você pode criar um mundo em miniatura em casa vaso.

 

 

 

 

 

 

TAGS: jardim; jardimpequeno; jardimemcasa; decordojardim; paisagismo;

Facebook Facebook Facebook
Las

Tendências para a decoração de jardim

28/07/2016

 Você pode até pensar que as tendências são passageiras e é só o ano virar que outras modas aparecem. Em certa medida, isto acontece de fato, algumas cores e até novos materiais aparecem para conquistar o consumidor, mas digamos que existem segredinhos que não mudam, e entra e sai ano, eles estão lá em algum cômodo da casa. A exemplo, está a decoração de jardim, muito do que está se usando este ano, na verdade é uma espécie de remake do que já passou. Isto quer dizer que o ambiente vai ficar ultrapassado? Claro que não! Isto é ótimo, porque conseguimos repaginar o espaço com muitos itens que já temos em casa, necessitando, apenas, de um item ou outro que faltou. Você pode até pensar que as tendências são passageiras e é só o ano virar que outras modas aparecem. Em certa medida, isto acontece de fato, algumas cores e até novos materiais aparecem para conquistar o consumidor, mas digamos que existem segredinhos que não mudam, e entra e sai ano, eles estão lá em algum cômodo da casa. A exemplo, está a decoração de jardim, muito do que está se usando este ano, na verdade é uma espécie de remake do que já passou. Isto quer dizer que o ambiente vai ficar ultrapassado? Claro que não! Isto é ótimo, porque conseguimos repaginar o espaço com muitos itens que já temos em casa, necessitando, apenas, de um item ou outro que faltou. 

 As estampas estão com tudo

 Pois é, até pouco tempo atrás elas eram consideradas as ovelhas negras do cenário fashionista, mas, pelo menos na decoração de jardim, elas estão longe do over. Empregadas em almofadas, mantas e revestimentos mobiliários, as estampas estão repaginadas, sobretudo a animal print e a étnica, que dão o ar da graça no espaço, usando e abusando das referências africanas, inclusive com elementos desta nação, como as esculturas rústicas.

 Os materiais para o décor

 Elementos naturais e artesanais sempre tiveram espaço na decoração de jardim e este ano não será diferente. Poltronas, cestos, pufes e chaises feitos de fibras tramadas ou madeira são charmosos, além, claro, de serem muito resistentes às mudanças climáticas, como sol e chuva intensa. As texturas também marcam presença por meio do efeito handmade da renda e do tricô.

 Plantas não podem faltar!

 Decoração de jardim sem plantas, não é decoração de jardim. Então, busque o contato com a natureza e frescor neste espaço, elencando arranjos, pequenos ou grandes vasos (depende do local) e outros acessórios paisagísticos. Só use o bom senso para não sobrecarregar o ambiente com muito verde (lembre-se que tudo precisa se harmonizar!). Dê preferência às plantas naturais, mas, se não for possível, as plantas artificiais também ajudam a criar o décor. A única desvantagem desta última ideia é a ausência de cheiros e texturas que só a natureza real proporciona.

 Decks de madeira

 Já citamos um pouco antes que a madeira é um material em alta para a decoração de jardim, na verdade, de uma forma ou de outra, ela sempre está presente sobretudo, nos decks, aqueles revestimentos que suportam bem a umidade e calor característicos de qualquer área externa. Não é difícil encontrar inspirações que se utilizam deste material, mas, de maneira geral, os decks combinam bastante com almofadas, chaises e poltronas, além de uma iluminação intimista e relaxante, como velas e arandelas, por exemplo.

 

TAGS: tendencias; jardim; decorjardim; lindo; verdelindo; floriculturaflores;

Facebook Facebook Facebook
Las

Sim eu posso ter um jardim!

18/01/2016

  Um jardim na sacada é uma excelente opção para quem mora em apartamento e, mesmo sem ter uma grande área externa, você pode manter o contato com a natureza e dar um toque de verde no dia a dia.

  Para fazer o planejamento do seu jardim, você pode optar por um projeto simples ou por um mais complexo. O investimento também pode variar, o primeiro passo é decidir que tipo de jardim você quer, um que exija pouca manutenção ou praticamente um quintal interno?  e avaliar a condição da sua varanda, verificando o espaço que tem disponível e incidência de luz solar. Estes fatores irão afetar diretamente na escolha das plantas e flores e na disposição do jardim de acordo com o tamanho da área.

  Confira as ideias que selecionamos para que você planeje seu jardim na varanda ou sacada do apartamento:

  • Verifique as regras do seu condomínio

  Antes mesmo de começar a montar o seu jardim, é preciso verificar quais são as regras condominiais que você deve seguir.

  • Analise o tamanho do espaço disponível

  Mesmo varandas bem pequenas, ou até mesmo sacadas, podem abrigar um jardim. Pense no seu espaço de forma tridimensional. Existe algum espaço vertical em que você pode plantar ou pendurar vasos? Mesmo em um ambiente limitado, é possível fazer coisas fantásticas usando, por exemplo, uma parede de treliças.

  • Confira a incidência de luz solar

  Muitas pessoas não têm a mínima ideia de quantas horas de luz solar direta a varanda recebe. Neste espaço específico, a conta fica ainda mais difícil, já que prédios ou paredões podem obstruir o sol em algumas partes da varanda. É necessário reservar um tempo para observar quantas horas de sol sua varanda recebe se você quiser que suas plantas cresçam saudáveis.

  • Tenha atenção ao fator água

  Como você pretende molhar suas plantas? Com uma mangueira? Um regador? Ou balde? Leve este item em consideração porque no verão, por exemplo, algumas espécies exigem ser regadas pelo menos duas vezes ao dia. Sem acesso à mangueira, você terá que carregar baldes de água pelo apartamento, o que pode ser uma problemática para algumas pessoas.

  • Lance mão de vasos e aproveite as paredes

  Como já dissemos, é importante que você encare seu jardim de forma tridimensional. Varandas de apartamento costumam ter espaço limitado: neste caso, uma solução que funciona e provoca um efeito bonito é utilizar vasos decorativos para expor as plantas e aproveitar as paredes para um fazer um jardim vertical. Vale, inclusive, unir as duas ideias: uma dica é colocar uma treliça ou suporte na parede e pendurar vasos coloridos. 

TAGS: Jardin; decor; ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Modernos, versáteis e muito lindos.

05/01/2016

  O seat garden é um banquinho de cerâmica com origem chinesa usado no jardim e útil dentro de casa também.

  Super versátil é uma peça de mil e uma utilidades, pode ser guardado abaixo de um console e usado quando os amigos aparecem, pode servir de apoio para um copo ou livro ao lado de uma poltrona, vários juntos ficam uma graça como mesa de centro, mesa de cabeceira e lógico que dão um charme a mais nas varandas e jardins. Existem seats garden de madeira também, mas não podem ser usados na área externa.

  Em inglês, “banco de jardim“, é também conhecido por aqui como tamborete ou banquinho. Com formato de barril, vazado ou não, tem sido visto nos mais diferentes estilos de decoração. Em áreas externas, internas, em decorações sofisticadas, rústicas, enfim, em tudo quanto é lugar.

  Vejam aqui mais de pertinho alguns modelinhos lindos de gardens da Conceito 21!

  Seat Garden cerâmica branca- Conceito 21

  Seat Garden Cerâmica floral, polida!- Conceito 21

  Seat Garden Cerâmica Preta- Conceito 21

 

  Seat Garden de Madeira- Conceito 21

TAGS: Modernos; versáteis; decor; seat; garden; ;

Facebook Facebook Facebook
Las

DICAS PARA INCREMENTAR SEU JARDIM

07/12/2015

  -Pérgola, vasos na parede, horta... Há mil maneiras de deixar o jardim mais convidativo. Elegemos algumas delas para você se animar e começar o projeto de sua área externa ou varanda, agora mesmo!

 

Jardim interno lindo! A Floricultura Flores em Içara possui as mais variedades em plantas para você!

 

   -Teto ventilado

   Pérgola pode ser uma bela solução para varandas. Ferro e bambu são outros materiais comuns para a criação de pérgolas. O ferro dá um visual mais sofisticado. A madeira permite acabamentos variados. Ecológico e leve, o bambu é mais indicado para modelos suspensos. Independentemente do material, vale aplicar um verniz que proteja a peça de intempéries e chumbar a estrutura no piso ou na parede.

 

Vasos de parede para dar mais vida a sua cada. Você encontra na Floricultura Flores

 

   -Parede de escalada


   Quer ter um efeito parecido com o dos jardins verticais sem gastar tanto? Coloque vasos na parede! Para ficar ainda melhor, acrescente uma textura diferente ao espaço. Ao escolher os vasos, verifique se têm mesmo furos no fundo, para que a água excedente da rega não fique acumulada e apodreça as raízes. Forre a base com uma pequena camada de pedras ou argila expandida e, sobre ela, posicione uma manta de poliéster. Só então coloque o substrato e a muda: 2/3 de terra comum e 1/3 de adubo orgânico é uma boa mistura. Para que a terra fique mais drenada, acrescente também um pouco de areia. Atente a este detalhe: a superfície da planta deve ficar no mesmo nível da boca do vaso.

 

Vasos com cor e textuta diferente, lindos!!! Floricultura Flores

 

   -Orgânicos em casa


   Ter folhas verdes frescas ervas para um chá da tarde e temperos sempre à mão é uma delícia. E o melhor de tudo: sem agrotóxicos. Se você ainda não possui uma horta em casa, saiba que não há empecilhos, nem mesmo de tamanho, para planejar a sua. Vale plantar as mudas em cachepôs de aço galvanizado, em canteiros de terra, no quintal ou  em vasos. Analise com cuidado o local que receberá os temperos, pois o sol é um fator importantíssimo. As hortaliças devem receber luz natural durante a manhã ou à tarde por pelo menos quatro horas diárias. Importante: adube mensalmente com composto orgânico para renovar os suprimentos das plantas.

 

Lindas!! As suculentas são plantas fáceis de cuidar! Você encontra na Floricultura Flores

 

   -Rejeição zero


   Gordinhas e fáceis de cuidar, as suculentas são ótimas opções para jardineiros de primeira viagem. Em geral, essa família de espécies pede regas semanais, mas preste atenção nos sinais. Se perceber que a planta está murchando, aumente a quantidade de água; se as folhas da base começarem a apodrecer, diminua. Importante: a água deve ser direcionada para a terra, nunca para as folhas. Caso a suculenta fique pálida e fina, é porque não está recebendo a quantidade necessária de luz. Para proporcionar o crescimento por igual, gire o vaso de tempos em tempos.

 

TAGS: #jardim; #paisagismo; #decor; #loveit; #FloriculturaFlores; #trabalhoimpecavel; ;

Facebook Facebook Facebook
Las

juliane cardoso

Juliane Cardoso - Suelen Serafim

Projetos criativos ambientes planejados para refletir a alma de seus moradores. 

...

SulpisoKasar

Facebook

InatecGabriel Construções
EleganzaVitrolAmbience DecorAmbience DecorAmor e CarinhoPonto das TintasPonto das tintasVidraçaria Decor GlassFibra SulMorro Estevão Plantas OrnamentaisMarquesa HomeEkcel PiscinasQuinto ElementoEvisa
Juliane Cardoso 2014 © Todos os direitos reservados