Las

Como escolher o melhor puxador para móvel

08/07/2019

Dentre as ferragens para móveis, um dos acessórios de maior importância para um projeto são os puxadores. É através deles que o consumidor interage com o produto, seja para abrir ou fechar uma gaveta, uma porta ou um compartimento qualquer.

Confira abaixo como escolher os melhores puxadores para móveis conforme o cômodo da casa e a sua usabilidade:

Cozinha

A cozinha é o ambiente onde há maior circulação de pessoas em uma residência. Assim, os armários e móveis desse cômodo acabam sendo os mais utilizados, o que exige muito dos puxadores, principalmente nos quesitos segurança e durabilidade.

Já na parte estética é preciso estar atento a usabilidade da peça. Pois os puxadores para cozinha ficam sujos e molhados frequentemente. Para evitar problemas, uma boa dica é apostar em modelos maiores que possibilitem uma melhor “pegada” mesmo úmidos. Também é aconselhável que eles sejam lisos e sem frisos, pois isso facilita a limpeza, evitando o uso de materiais agressivos.


Quarto

Quanto ao quarto, a prioridade deve ser a abertura das portas. Se forem utilizados modelos convencionais (que abrem para fora), o ideal são as alças longas, que proporcionam uma pegada eficiente para pessoas de diversas alturas.

Mas se a opção do projetista for por funcionalidade e modernidade, puxadores ocultos em conjunto com portas de correr são uma ótima opção. Pois não requerem espaço adicional para a abertura, ideais para apartamentos pequenos.

 

Cuidados gerais com o puxador:

– Antes e durante a instalação
– Mantenha-o na embalagem original até a hora de instalar;
– Siga o sempre o manual do fabricante;
– Utilize parafusos e colas específicos para o produto.

Diariamente:

– Evite materiais que possam riscar a superfície do puxador, como esponjas de aço;
– Não utilize produtos de limpeza abrasivos e solventes, como álcool e limpadores, pois eles retiram a camada de verniz aplicada;
– Limpe a superfície da peça com um pano macio e seco, ou levemente umedecida com água;
– Após algum tempo de uso as peças podem sofrer acomodamento, sendo necessário reajustar sua fixação.

Puxador Zen, Gelson Ferragens

Puxador Zen, Gelson Ferragens

Puxador Zen, Gelson Ferragens

Puxador Zen, Gelson Ferragens

Puxador Zen, Gelson Ferragens

Puxador Zen, Gelson Ferragens

Puxador Zen, Gelson Ferragens

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Os 10 mandamentos para decorar quartos pequenos

25/06/2019

Quartos pequenos estão mais do que presentes nos projetos de casas e apartamentos. Aos desiludidos com a falta de espaço, a boa notícia é que dicas simples de decoração podem colaborar para tornar os dormitórios mais práticos e com aparência maior. Ficou interessado?

Cores claras

Cores escuras podem dar a aparência de que o quarto é ainda menor. Portanto, invista em tons claros, que conferem sensação de amplitude.

Alguns detalhes também são bem-vindos. Uma das paredes pode contar com painéis, papel de parede. É interessante optar por tons mais claros.

 

 

Invista em espelhos

Espelhos não servem apenas para conferir a aparência. Na decoração, têm a função de proporcionar aspecto maior aos ambientes. Uma sugestão é anexá-los à porta de correr do armário. Assim, não ocupam espaço na parede.

Cama

Gavetas na cama são uma boa opção para ambientes pequenos. Alguns modelos box já vêm com elas. Se não os encontrar, vale até apostar em um colchão box em uma cama convencional.

A cabeceira é um importante item de decoração, que deve harmonizar com o estilo do restante do projeto. Pode ser almofadada, de madeira, de ferro.

Abuse das paredes

As paredes de quartos pequenos são grandes aliadas. Abuse delas com detalhes suspensos. Prateleiras e nichos colaboram com a organização.

Objetos e roupa de cama

O ambiente claro pode ganhar cores e detalhes por meio de tapetes, roupa de cama, almofadas, cadeira colorida, pufe, quadros. Tudo isso sem exagero, é claro, e com tonalidades complementares. Se enjoar do visual, basta trocar os objetos e tecidos. O aspecto muda sem que se gaste muito.

TV

Colocar a televisão na parede é uma opção para ocupar menos espaço nos móveis.

Porta-retratos

Porta-retratos podem incrementar a decoração e reavivar memórias. É permitido investir em molduras de modelos e tamanhos diferentes, dependendo do estilo do dono do quarto.

Facilite a circulação

Encher o quarto de móveis pode atrapalhar a circulação, principalmente em quartos pequenos. Deixar corredores de pelo menos 60 cm nas laterais das camas e em frente aos armários. Em quartos de solteiro, vale encostar a cama na parede, porque se acaba ganhando espaço para circulação. Fazer isso com cama de casal não fica bom, já que quem dorme ao lado da parede tem dificuldade para se levantar.

Organização

Quanto menor o ambiente, mais organizado ele deve ser. Objetos jogados, sem espaço para serem guardados, poluem o quarto. Por isso, os móveis precisam de um bom planejamento.

Móveis

Os móveis do quarto podem ser de materiais variados, como madeira e laca. Portas de correr otimizam o espaço, assim como uma bancada de estudo ao lado da cama, que também tem a função de criado-mudo.

TAGS: decor; design; decoraçaodeinteriores; decoracaodesalas; decoracaodesalasdejantar; decordormitorio; dormitorio; quarto; ;

Facebook Facebook Facebook
Las

COMO USAR MESA REDONDA NA DECORAÇÃO

26/11/2018

Independente do modelo, tamanho e material, as mesas redondas são móveis de uso diário, mas que, se bem escolhidas, se tornam a peça chave numa decoração de interiores.

As mesas redondas e ovais já foram muito usadas no passado, em ambientes mais amplos e espaçosos. A preferência atual por mesas quadradas e retangulares se dá ao fato da diminuição dos cômodos, em novas construções. Cada vez mais compactos, as casas e apartamentos perderam espaço interno e deram vez aos móveis planejados, aqueles feitos sob medida que aproveitam todo e qualquer espaço.

Mas o charme e a elegância de uma mesa redonda, traz aquela sensação de intimidade e proximidade que nenhuma outra mesa tem.

Uma mesa Muitas finalidades

A mesa redonda pode fazer parte da decoração dos mais variados cômodos da casa. Quando maiores podem ser usadas como mesa de jantar, já os modelos menores, mais compactos, podem ter como finalidades servir de mesa lateral, de apoio, de centro da sala de estar ou quarto e até mesmo de criado mudo.

Quem tem filhos detesta quina

Uma das principais vantagens da mesa de jantar redonda é não ter quinas, o que a torna uma boa opção para casas com crianças pequenas. As quinas de móveis são sempre motivos de preocupação, pois são causadores de acidentes domésticos. Com mesa redonda em casa, dê adeus a esse tipo de preocupação.

Se a família for pequena e você não tiver o costume de receber visitas, uma mesa redonda com 4 lugares será o suficiente. Dessa forma, se a mesa tiver somente um pé central, poderá acomodar bem as cadeiras e ocupará menos espaço.

 

Quais as dimensões apropriadas?

Para todos ficarem confortáveis, existe uma medida mínima para a mesa de jantar redonda. Se você pretende ter uma mesa redonda com 4 cadeiras, o diâmetro dela deve ser de, no mínimo, 1 metro.

Para 6 lugares, o mínimo é de 1.20m, para 8 lugares,  1.50m, já para 10 lugares, 1.80m.

Mesa com pés torneados provençal- Kasar

Mesa moderna, toda em madeira- Kasar

Mesa com pés torneados , também no estilo provençal- Kasar

Mesa super moderna com tampo em vidro pintado- Kasar

Mesa classica em madeira- Kasar

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Como escolher plafon

05/10/2018

Plafon é uma luminária de teto usada para iluminação geral do ambiente.

A luminária do tipo plafon pode ser de sobrepor, que é quando o equipamento fica preso à laje, ou de embutir, quando se fixa ao forro de gesso.

Eu super acredito que é possível ter uma iluminação bacana sem precisar fazer rebaixo de gesso.

Como escolher plafon

As casas e apartamentos, novos ou antigos, geralmente contam com apenas 1 ponto de luz centralizado no teto de cada ambiente.

Este ponto de luz é o único responsável pela iluminação geral dos espaços.

Mas o que é “iluminação geral”?

Iluminação geral é a luz que é distribuída de forma homogênea pelo ambiente.

É ela que revela aos nossos olhos as cores, texturas e formas dos objetos no espaço e permite que a gente se movimente sem acidentes.

O equipamento de iluminação mais usado para iluminação geral dos ambientes é o PLAFON.

Como escolher o tamanho do plafon?

Aqui o desafio é conseguir distribuir a luz por todo o ambiente à partir de um único ponto de luz.

Assim, quanto maior o ambiente, maior deve ser o plafon para acomodar uma quantidade maior de lâmpadas.

Além disso, há a questão estética. Fica muito esquisito um plafon pequeno “perdido” no meio de um teto enorme.

Os que emitem luz difusa

Que é quando o plafon utiliza um difusor (de tecido, acrílico ou vidro) para suavizar e espalhar a luz.

O plafon de luz difusa é o meu modelo preferido para a iluminação geral de salas de estar.

Mas atenção, a luz geral vinda do plafon não deve ser a única fonte de luz na sua sala de estar.

Para um efeito aconchegante espalhe luminárias de mesa, e de piso em pelo menos 2 pontos da sala.

 

Os que emitem luz indireta

Que é quando o plafon utiliza um anteparo para rebater a luz.

A luz indireta também é uniforme como a luz difusa mas é menos invasiva, porque a lâmpada fica totalmente escondida.

O plafon de luz indireta é o meu modelo preferido para a iluminação geral de quartos.

Porque ninguém merece deitar na cama pra relaxar e ficar com luz batendo nos olhos.

 

Socorro são tantos estilos, qual escolher?

Antes de mais nada lembre-se que em decoração não há regras.

A casa é sua! Se você quer uma sala romântica e glamourosa e sempre sonhou em ter uma luminária cheia de cristais, vá em frente.

Contudo, nos meus projetos, quando só há 1 ponto de luz no ambiente, eu prefiro não chamar a atenção para o teto e escolher plafons de modelos simples.

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

10 DICAS SOBRE COMO USAR CORTINAS

18/09/2018

Raramente encontramos uma casa sem cortinas, e não é raro também, termos muitas dúvidas em relação ao uso adequado dos vários tipos que encontramos nas lojas: Curta ou longa? Clara ou escura? Lisa ou estampada?

Esse assunto dá muito pano pra manga, e por isso, enumeramos dicas pra você não errar na escolha.

Vamos lá:

 O tamanho da cortina é realmente algo muito pessoal, porém na sala de estar ou jantar, o ideal é que você use uma cortina longa.  Só use uma cortina mais curta se houver algum móvel que impeça o caimento total da cortina. Na cozinha, use uma cortina mais curta por causa da gordura do ambiente e também por causa dos balcões e armários.

As cortinas longas devem ser usadas até o chão, isso garante um visual mais elegante e imponente, além disso, alonga o pé direito e dá sensação de amplitude ao local. Só fique atento a um detalhe: Evite usar mais do que 4cm de tecido arrastando no chão, pois pode acumular poeira e dificultar a circulação no local.

 Meça bem a largura e a altura da sua janela antes de fazer a compra da sua cortina. O ideal é que haja uma folga de tecido de 20 cm para cada lado, para evitar que ele fique muito esticada e comprometa a beleza da cortina.

Qual a altura ideal para instalar o varão? Vai depender muito do tamanho do seu pé direito (Altura da sua parede). Se o pé direito for baixo, instale o varão o mais próximo possível do teto, para obter justamente uma sensação de amplitude maior. Se o pé direito for alto, acima de 2,70 m, instale o varão na metade do espaço entre a janela e o teto.

Se a intenção além de decorativa for também para bloquear a incidência de luz no ambiente, use mais de uma camada de tecido com as tão conhecidas cortinas black-out. Elas devem ficar por trás da cortina principal, e apesar das mais comuns serem feitas com um tecido mais grosso, já encontramos no mercado opções com tecidos mais leves e bonitinhos. São ideais para serem usados nos quartos, melhorando até a qualidade do sono.

Muitas casas também possuem a salinha de TV, com home theater, então, para controlar a luminosidade, uma alternativa para as cortinas black-out são as de tecidos mais grossos, como sarja e veludo.

Qual o melhor tecido para cortinas? Na verdade vai depender do estilo da decoração do seu ambiente. Os mais usuais: Voil, seda, linho, mas a sua escolha deve ser baseada também nos outros elementos presentes no cômodo. Não vai ficar legal uma cortina de seda, se por exemplo, se o seu estilo não for tão clássica.

Se não quer se comprometer muito com a decoração de todo o ambiente, prefira cores mais neutras de tecidos. Se quiser um ambiente mais personalizado, o ideal é fazer um composê de tecidos combinando os tecidos do sofá, almofadas, poltronas, tapetes, etc. Definida uma paleta de cores e estampas, fica mais fácil acertar sem muitos dramas ou desperdícios futuros.

Pode usar persiana e cortina na mesma janela? Essa é uma dúvida bastante frequente. A resposta é sim!!!! Você pode usar as persianas como um recurso para manter a privacidade, principalmente em apartamentos onde os prédios são próximos e o vizinho sempre tá lá dando aquela espiadinha. A cortina vai suavizar o aspecto “escritório” das persianas trazendo mais a função decorativa.

 

 

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Como usar quadros

03/09/2018

É possível utilizar uma decoração com quadros em quase todas os ambientes da casa, até mesmo nos lavabos. Porém, cabe a cada um ajustar os quadros de que dispõe aos espaços que tem disponíveis em casa, uma vez que cada canto é capaz de reagir de forma diferente a uma composição com certos elementos específicos. Um quadro com um cesto de frutas fica muito melhor na cozinha do em que cima da cama, por exemplo.

Quadros na Parede

 

Os quadros embelezam os ambientes da casa. Por excelência, a parede é o ponto mais comum para se pendurarem quadros decorativos. Ainda que esta seja de facto uma boa forma de ocupar paredes lisas, tenha em consideração o espaço envolvente: o tamanho da parede, a posição dos móveis e o número de quadros decorativos que tenciona pendurar nesse espaço. Se está indeciso, experimente fazer um teste com folhas brancas, colando-as na parede com um pouco de fita-cola, de forma a simular o quadro. Está satisfeito com o resultado? Só então se deve preocupar em começar a furar a parede.

   

Quadros em cima de móveis

E já pensou em colocar quadros em cima de móveis? Uma composição em cima de móveis, como o aparador do hall de entrada, fica elegante, especialmente numa casa moderna. A vantagem disto é que, mesmo que depois cogite mudar o quadro ou simplesmente retirá-lo daquele espaço, não fica para trás nenhuma marca ou furo na parede.

Quadros pousados no chão

Dependendo do tamanho do quadro (especialmente se for uma peça grande), uma ideia viável é colocar o seu quadro ddiretamente no chão, encostado à parede. Esta é uma prática especialmente utilizada por pessoas que vivem em apartamentos ou casas alugadas e que, desta forma, esperam evitar furar a parede, sendo evidentemente uma forma diferente e sofisticada de usar quadro.

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

10 DICAS SOBRE COMO USAR CORTINAS

20/08/2018

Raramente encontramos uma casa sem cortinas, e não é raro também, termos muitas dúvidas em relação ao uso adequado dos vários tipos que encontramos nas lojas: Curta ou longa? Clara ou escura? Lisa ou estampada?

Esse assunto dá muito pano pra manga, e por isso, enumeramos dicas pra você não errar na escolha.

Vamos lá:

 O tamanho da cortina é realmente algo muito pessoal, porém na sala de estar ou jantar, o ideal é que você use uma cortina longa.  Só use uma cortina mais curta se houver algum móvel que impeça o caimento total da cortina. Na cozinha, use uma cortina mais curta por causa da gordura do ambiente e também por causa dos balcões e armários.

As cortinas longas devem ser usadas até o chão, isso garante um visual mais elegante e imponente, além disso, alonga o pé direito e dá sensação de amplitude ao local. Só fique atento a um detalhe: Evite usar mais do que 4cm de tecido arrastando no chão, pois pode acumular poeira e dificultar a circulação no local.

 Meça bem a largura e a altura da sua janela antes de fazer a compra da sua cortina. O ideal é que haja uma folga de tecido de 20 cm para cada lado, para evitar que ele fique muito esticada e comprometa a beleza da cortina.

Qual a altura ideal para instalar o varão? Vai depender muito do tamanho do seu pé direito (Altura da sua parede). Se o pé direito for baixo, instale o varão o mais próximo possível do teto, para obter justamente uma sensação de amplitude maior. Se o pé direito for alto, acima de 2,70 m, instale o varão na metade do espaço entre a janela e o teto.

Se a intenção além de decorativa for também para bloquear a incidência de luz no ambiente, use mais de uma camada de tecido com as tão conhecidas cortinas black-out. Elas devem ficar por trás da cortina principal, e apesar das mais comuns serem feitas com um tecido mais grosso, já encontramos no mercado opções com tecidos mais leves e bonitinhos. São ideais para serem usados nos quartos, melhorando até a qualidade do sono.

Muitas casas também possuem a salinha de TV, com home theater, então, para controlar a luminosidade, uma alternativa para as cortinas black-out são as de tecidos mais grossos, como sarja e veludo.

Qual o melhor tecido para cortinas? Na verdade vai depender do estilo da decoração do seu ambiente. Os mais usuais: Voil, seda, linho, mas a sua escolha deve ser baseada também nos outros elementos presentes no cômodo. Não vai ficar legal uma cortina de seda, se por exemplo, se o seu estilo não for tão clássica.

Se não quer se comprometer muito com a decoração de todo o ambiente, prefira cores mais neutras de tecidos. Se quiser um ambiente mais personalizado, o ideal é fazer um composê de tecidos combinando os tecidos do sofá, almofadas, poltronas, tapetes, etc. Definida uma paleta de cores e estampas, fica mais fácil acertar sem muitos dramas ou desperdícios futuros.

Pode usar persiana e cortina na mesma janela? Essa é uma dúvida bastante frequente. A resposta é sim!!!! Você pode usar as persianas como um recurso para manter a privacidade, principalmente em apartamentos onde os prédios são próximos e o vizinho sempre tá lá dando aquela espiadinha. A cortina vai suavizar o aspecto “escritório” das persianas trazendo mais a função decorativa.

 

 

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Como escolher plafon

26/04/2018

Plafon é uma luminária de teto usada para iluminação geral do ambiente.

A luminária do tipo plafon pode ser de sobrepor, que é quando o equipamento fica preso à laje, ou de embutir, quando se fixa ao forro de gesso.

As casas e apartamentos, novos ou antigos, geralmente contam com apenas 1 ponto de luz centralizado no teto de cada ambiente.

Este ponto de luz é o único responsável pela iluminação geral dos espaços.

É ela que revela aos nossos olhos as cores, texturas e formas dos objetos no espaço e permite que a gente se movimente sem acidentes.

O equipamento de iluminação mais usado para iluminação geral dos ambientes é o PLAFON.

Como escolher o tamanho do plafon?

Aqui o desafio é conseguir distribuir a luz por todo o ambiente à partir de um único ponto de luz.

Assim, quanto maior o ambiente, maior deve ser o plafon para acomodar uma quantidade maior de lâmpadas.

Além disso, há a questão estética. Fica muito esquisito um plafon pequeno “perdido” no meio de um teto enorme.

Como escolher o modelo do plafon?

Existem 2 tipos de plafons:

Os que emitem luz difusa

Que é quando o plafon utiliza um difusor (de tecido, acrílico ou vidro) para suavizar e espalhar a luz.

O plafon de luz difusa é o meu modelo preferido para a iluminação geral de salas de estar.

Mas atenção, a luz geral vinda do plafon não deve ser a única fonte de luz na sua sala de estar.

 

Os que emitem luz indireta

Que é quando o plafon utiliza um anteparo para rebater a luz.

A luz indireta também é uniforme como a luz difusa mas é menos invasiva, porque a lâmpada fica totalmente escondida.

O plafon de luz indireta é o meu modelo preferido para a iluminação geral de quartos.

Porque ninguém merece deitar na cama pra relaxar e ficar com luz batendo nos olhos.

Socorro são tantos estilos, qual escolher?

Antes de tudo lembre-se que em decoração não há regras.

A casa é sua! Se você quer uma sala romântica e glamourosa e sempre sonhou em ter uma luminária cheia de cristais, vá em frente.

Contudo, nos meus projetos, quando só há 1 ponto de luz no ambiente, eu prefiro não chamar a atenção para o teto e escolher plafons de modelos simples. Minha sugestão é usar plafons com o mesmo formato e material na iluminação de teto da sala e dos quartos.

Além de dar unidade visual à decoração, ajuda a economizar, já que você padroniza as lâmpadas e simplifica sua vida.

Outra vantagem é que o dinheiro que você economiza comprando modelos mais simples, você pode investir em luminárias decorativas, como um pendente descolado para a área de jantar ou luminárias de cabeceiras diferentes.

 

Plafon redondo, quadrado ou retangular?

Você já reparou como a decoração da sua casa é dominada por figuras geométricas?

O próprio espaço onde vivemos não é nada mais do que uma caixa.

Linhas retas sugerem estabilidade e quando usadas em profusão acabam deixando a decoração monótona e sem graça.

Você já sabe que os contrastes é que deixam a sua decoração interessante. As linhas curvas transmitem movimento e liberdade e contrastam com a forma quadrada do teto.

Plafon redondo, com madeira- Inatec

Plafon em Cristal (Maravilhosoooo)- Inatec

Um luxo!!! Plafon Redondo em Cristal- Inatec

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Espelhos, o grande coringa da decoração

20/02/2018

 

Aprenda como tirar o máximo proveito desse recurso simples e acessível para decorar toda a sua casa

Espelhos estão por toda parte, mas nem parece. Simulador por natureza, a grande arte deste elemento decorativo é passar quase despercebido nos ambientes. Mesmo assim, são hipnóticos, seja na forma de um moderníssimo painel cobrindo toda a parede ou um aristocrático espelho veneziano. 
Posicionados com técnica, ampliam espaços, camuflam defeitos construtivos, duplicam a iluminação, criam efeitos, em fim, os espelhos são versáteis e atemporais. 
São bem vindos em todas as situações e combinam com qualquer estilo e material. Em alguns ambientes, conseguem fazer mágica, como criar a ilusão de espaço amplo em um apartamento muito pequeno. Como tudo em decoração, exigem bom senso na harmonização e cuidado com a proporção e posicionamento.

Uso contemporâneo
Nada mais atual do que o clima retrô dos móveis espelhados. Aparador, cômoda e mesa de centro têm o formato ideal para ser revestidos. Basta um deles, e só, na sala para deixar o espaço elegante e lembrar Hollywood dos anos 30. Mas não se esqueça: o charme está em tornar o móvel invisível. Um aparador espelhado colocado atrás do sofá cumpre sua função sem pesar no conjunto. 
-Cuidado: o que estiver próximo vai ser refletido e ressaltado; observe se está adequado.  

Ilusão visual
Para ampliar espaços pequenos, a dica é cobrir uma parede inteira. O segredo está em posicionar o espelho de maneira estratégica, de modo que fique meio camuflado, como se tivesse sido aberta uma parede. De preferência, em uma parede lateral e não frontal à entrada.
-Cuidado: procure posicioná-lo de modo a refletir um ambiente mais distante ou, melhor, uma bela imagem de fora, como o jardim, uma piscina ou uma árvore aparecendo na janela do apartamento. 



Valorização da imagem
No banheiro, pode se usar em toda a extensão da bancada e até o teto. Além de ser um local em que as pessoas precisam se ver bem, o recurso aumenta e enobrece o espaço, cada vez mais reduzido nos apartamentos modernos. 
-Cuidado: espelhos no quarto, embora sejam essenciais, podem lembrar motel. Para preservar a intimidade, posicione-o apoiado no chão e levemente inclinado. 

Quebra de simetria
Há um efeito inesperado, de surpresa, quando se colocam espelhos entre quadros. A composição ganha movimento.  
-Cuidado: um espelho veneziano, por exemplo, tem alto impacto e pode conflitar com quadros pesados. 

Toque de gentileza
Instalar espelhos inteiros no lavabo, além ajudar a reduzir a sensação de isolamento que alguns provocam, pode ser uma manifestação de cuidado com as visitas, especialmente mulheres. Todo mundo agradece quando tem a oportunidade de verificar se continua tudo bem com a aparência.  

Luz em dobro
A vantagem que um espelho proporciona de ampliar a luminosidade pode ser benéfica ou maléfica para o ambiente. Se estiver em uma posição inadequada, haverá muito brilho e uma sensação de excesso visual. 

Contraponto com madeira
Ambientes com muita madeira, que tendem a ficar pesados, ganham um toque de leveza com objetos e móveis espelhados. Em uma estante escura, coloque um espelho no fundo ou uma caixa espelhada na prateleira para criar a ilusão de abrir um espaço como se fosse uma janela. No geral, madeira escura combina com espelho, o choque do claro e escuro fica elegante. 

A força da moldura
Não há regras sobre o acabamento dos espelhos, confirmando sua versatilidade, a não ser o equilíbrio com o que está em torno. Molduras antigas ou moderníssimas, estilo anos 60, colonial ou renascentista, elas só precisam se adequar aos seus vizinhos. A não ser que se dispense a moldura. Se você não reparou, nos ambientes mais antenados, os espelhos parecem flutuar na parede. 
-Segredo: ele está em colado em uma placa de madeira MDF com as bordas recuadas. Se os cantos do espelho forem arredondados, aí o efeito será totalmente anos 70.

 

 

 

 

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Cozinha americana: dicas para decorar!

13/12/2017

 

Com os espaços cada vez menores, a cozinha americana vem como solução para criar amplitude e dar um toque de modernidade.

A integração entre a cozinha e a sala de jantar já é querida dos projetos de arquitetura e design de interiores. Garantindo uma sensação de ampliação do espaço e fazendo da cozinha um ambiente mais acolhedor, a cozinha americana é uma opção moderna e de fácil investimento. 

Os móveis, utensílios, eletrodomésticos e até mesmo os objetos decorativos devem ganhar uma atenção especial. Como a intenção é que de fato se repare na cozinha e que esse ambiente seja parte da decoração como um todo, é preciso que o que esteja exposto seja bonito, esteja limpo e organizado. Não adianta planejar uma cozinha americana que deixe o ambiente poluído com bagunça!

Em casas ou apartamentos pequenos, a cozinha americana já ganha pontos por permitir ampliar o espaço e criar um conforto visual maior. Para potencializar a sensação de amplitude e de luminosidade, aposte nas cores claras em paredes, pisos e na mesa ou bancada que irá servir para separar os ambientes. Se quiser colorir o ambiente, deixe as cores para os detalhes e acessórios.

O ideal é equilibrar a decoração com o estilo de vida dos moradores, criando um projeto que seja bonito e também possível dentro da sua realidade.

 

TAGS: cozinha; cozinhaamericana; decoracaodecozinha; marcenaria; moveisobmedida; eleganza;

Facebook Facebook Facebook
Las

Dicas para você fazer uma decoração em gesso incrível

10/10/2017

Você descobriu o efeito incrível que uma decoração em gesso pode trazer à sua casa, mas ainda não sabe como vai acionar ao seu ambiente?

Alguns acham que o gesso pode ser colocado sem qualquer planejamento, mas isso não é verdade. Se você quiser um trabalho bem feito você precisa saber como será a iluminação do ambiente, se você irá querer um roda-teto ou não. Para te ajudar, vamos te explicar sobre cada item e te dar material visual para você ter ideia de como vai fazer seu cantinho.

Decoração em gesso

Os apartamentos estão cada vez menores e, o gesso é um material que pode te ajudar muito, tanto no teto, como nas paredes.

-No teto, o gesso é utilizado para embutir a iluminação e tem a função de isolamento acústico (ele ajuda a diminuir o barulho da sua vizinha que adora praticar sapateado a noite).

-Nas paredes, ele ajuda a criar nichos, divisórias de ambientes e elementos decorativos, além de diminuir o quebra quebra em uma reforma futura.

Forro de gesso

A decoração em gesso ajuda a embutir as luminárias, deixando o teto com menos imperfeições visuais. Assim ninguém vai ficar olhando para o seu teto (até pode parecer brincadeira, mas isso realmente acontece!). Com o forro de gesso, você consegue economizar um pouco com as luminárias, já que luminárias embutidas tendencialmente são mais baratas. Mas atenção defina o posicionamento e as luminárias que serão embutidas antes de iniciar o trabalho do gesseiro.

Dicas:

-Hoje já não se usa mais a “sanca tradicional“, procure elementos mais minimalistas, assim a chance de você enjoar diminui muito e os detalhes vão sempre estar em alta.

-Você pode limitar o uso do gesso e criar apenas rebaixos específicos para as luzes.

 

 

Paredes e nichos

O gesso pode ser utilizado para criar divisórias de ambientes ou para promover nichos.

Essa também é uma forma de permitir passar mais pontos de tomada ou iluminação sem quebrar as paredes, além de criar elementos decorativos incríveis.

Você pode também utilizar o gesso para economizar espaço e marcenaria e planejar toda uma parede com vãos rebaixos e nichos.

 

Dicas da Gabriel Construções

– Luminárias de embutir precisam sempre de um vão de 10 a 18 cm para serem instaladas, então antes de pensar no gesso, pense nas luminárias, pois você pode comprar uma luminária e ela não encaixar;

– Evite rebaixar tetos e deixar ambientes com menos de 2,40 metros de altura. Em espaços pequenos, isso provoca um achatamento do ambiente e dificulta a vida daquele visitante mais alto.

– Para banheiros utilize o gesso acartonado com proteção contra umidade, isso evita manchas de mofo provocadas pela umidade do chuveiro;

 

– Sempre aplique um primer de gesso antes da pintura, especialmente no gesso de placa, para evitar o aparecimento de mofo ou trincas;

 

TAGS: gessonadecoracao; gesso; decor; decordeinteriores; gessonodecor;

Facebook Facebook Facebook
Las

PORCELANATO LÍQUIDO

19/09/2017

A MAIS NOVA TENDÊNCIA

 

O porcelanato líquido vem conquistando um espaço cada vez maior nos projetos arquitetônicos e de decoração brasileiros. Suas duas principais características são o altíssimo grau de brilho e a ausência de emendas, o que resulta em um acabamento perfeitamente liso. Normalmente, esse tipo de piso era utilizado em ambientes públicos, institucionais e comerciais. Será que ele ganhará vez nos espaços residenciais? Vamos saber como funciona esse sistema e as vantagens de utilizá-lo?!

O porcelanato líquido tem a beleza do granito ou do mármore, variedade nas cores, não tem emendas ou fissuras. Além disso, é muito resistente e de fácil manutenção. É um piso revestido, com uma tintura à base de um plástico termofixo, que endurece quando misturado com outros agentes químicos.

O interessante é que esse tipo de piso pode ser aplicado sobre superfícies que não estejam completamente lisas, podendo ser usado sobre contra pisos, pisos frios ou de madeira. Sendo assim, é capaz de revitalizar o piso antigo da sua casa, com rapidez, praticidade e sem sujeira. Não seria ideal pra sua obra?

Por não apresentar vincos ou juntas é um piso que não oferece acúmulo de bactérias ou fungos, gerando leveza ao ambiente no qual é aplicado e dando uma sensação de conforto e amplitude. Essas são características que vem sendo valorizadas para a escolha em casas e apartamentos.

 

Qual a diferença entre porcelanato comum e líquido?

 

O porcelanato comum é feito de placas cerâmicas sólidas, aplicadas lado a lado com rejunte, ou seja, há uma separação entre elas. Já o porcelanato líquido é uma resina uniforme e impermeável, que abrange toda a área aplicável, sem rejuntes, separações ou emendas.

Durabilidade e manutenção do porcelanato líquido

O porcelanato líquido é um material altamente resistente para ter em qualquer ambiente residencial. A limpeza do piso deve ser feita apenas com água e sabão neutro e a vantagem é que, a ausência de rejunte reduz a sujeira que se acumularia em um porcelanato comum.

TAGS: porcelanato; piso; decoracao; ambientesdecorado; pedras; revestimentos; design;

Facebook Facebook Facebook
Las

Entradas Triunfais!

19/06/2017

 

A primeira impressão é a que fica já dizia o ditado! Vamos decorar nosso hall para impressionar?!!

Funcional, alinhado, estiloso… Muitas são as possibilidades para decorar um hall de entrada e torná-lo um pedacinho especial da casa, apesar de o ambiente acabar ficando por último na lista de decoração da maioria das casas.

Independente do tamanho, o hall de entrada funciona como o cartão de visita da sua casa. Ele será o primeiro lugar onde as visitas irão reparar, sendo importante cuidar da decoração desse ambiente, tornando-o agradável e único, tanto para quem vê, quanto para quem mora no local. Uma das opções é colocar como ponto alto do hall de entrada peças como espelho e focar na iluminação do ambiente. A iluminação torna o ambiente mais vivo (e se você puder contar com iluminação natural, melhor ainda!) e os espelhos podem ajudar na sensação de amplitude do ambiente, principalmente para pequenos apartamentos, tão comuns hoje em dia. Os espelhos são funcionais e também decorativos: invista em uma bela peça e ela será o carro-chefe do seu hall de entrada.

Anote ai algumas dicas para decorar seu hall no capricho!

– Revestimento 3D

Investir neste tipo de revestimento tem sido uma das tendências do momento. A própria geometria do espaço já agrega um valor ao ambiente, podendo substituir uma obra de arte.  

- Prateleiras

Se a circulação for a mínima possível ( aproximadamente 80 cm), quadros mais finos podem dar uma boa composição neste  espaço.  

- Papel de parede

Se o orçamento estiver com pouca margem para gastos extras, aplicar um papel de parede pode ser uma boa solução.  Existem uma infinidade de modelos maravilhosos, e o custo é ótimo!

-Espelhos

Além de ampliar o espaço, espelhos, redirecionam as energias do ambiente. Por isso, são adequados para ser instalados no hall de entrada das casas.  

- Iluminação

Sem dúvida, um item que deve ser pensado ainda em obra é a iluminação. Porém, mesmo uma peça ligada na tomada pode dar um charme a mais ao espaço e ser um bom elemento decorativo. 

-Tapetes

Coloque tapetes diferenciados na porta de entrada. Não importa o tamanho ou modelo, eles oferecem um ar de aconchego e sofisticação ao hall.

-Aparador

 Escolha um aparador com pouca profundidade e disponibilize sobre ele vasos com plantas adequadas a áreas internas e que pedem pouca água.

-Cabide

Para deixar o hall de entrada funcional, coloque um cabide de parede que combine com o estilo do ambiente para que as visitas possam pendurar seus casacos e bolsas.

-Fotos

Colocar porta-retratos sobre algum móvel de apoio na entrada de casa deixam o ambiente mais aconchegante.

-Sapateira

Um móvel na entrada para guardar os sapatos pode servir, simultaneamente, como apoio para colocar cartas e chaves.

-Poltrona

 Um pequeno sofá ou poltrona no hall de entrada da casa pode receber almofadas decorativas para deixá-los mais interessante. Pufes quadrados, além de funcionais, podem oferecer charme e conforto ao ambiente.

-Fuja do vazio

 Evite deixar espaços muito vazios. Se notar que alguns pedaços do hall ficam sem informação alguma, escolha elementos decorativos para preenchê-los.

TAGS: decordohall; decor; halldecorado; aparadores; espelhos; suacasacomsuacara;

Facebook Facebook Facebook
Las

Confira as vantagens e desvantagens de integrar os ambientes

29/05/2017

Ligação de diferentes áreas exige planejamento e bom senso

Em geral, os novos empreendimentos estão com metragens cada vez mais reduzidas, ao mesmo tempo em que investem em generosas varandas gourmet. É neste cenário que surge a ideia, e alguns casos a necessidade, de se integrar os ambientes. Mas a solução requer planejamento.

Em alguns casos é possível ganhar mais espaço apenas com o uso de mobiliário e acessórios.

No entanto, misturar os ambientes pode exigir uma mudança de comportamento dos moradores. Quando a cozinha passa a ser sala, ela precisa estar sempre organizada, ter uma mobília de qualidade e eletrodomésticos bacanas. Se a cozinha tem uma atividade intensa e constante, com café, almoço e jantar, a reforma pode não ser uma boa escolha.

 Cozinha e sala integradas podem ser uma boa saída para apartamentos pequenos. Vidros e espelhos ajudam a dar amplitude no ambiente.

 A junção da sala com a varanda também exige atenção.

Se a área externa for muito pequena, o ganho é pouco. Vira uma sala com um quadrado a mais. Uma alternativa nesses casos é usar vidro para integrar as áreas visualmente, mantendo a delimitação dos espaços.

Já as integrações de sala e quarto e sala e home office são apostas menos arriscadas. Esses projetos costumam ser mais fáceis de executar, tem custos menores e trazem ótimos resultados.

Nos apartamentos mais novos geralmente é possível escolher a planta com uma sala estendida ou mais um quarto ou um home office e caso a necessidade surja depois é uma adaptação simples, já que estava pré-programada,  salas integradas, portas e divisórias retráteis são boas opções para ambientes que podem exigir isolamento em determinadas ocasiões, como a cozinha e o home Office.

Regras essenciais para integrar a cozinha a sala

A cozinha se veste com o mesmo requinte da sala: com acabamentos supercharmosos e uma moderna combinação de móveis.

-Nada de sair marretando as paredes! Antes de tudo, é fundamental pedir uma avaliação a um profissional, que apontará quais divisórias podem ir abaixo e se será preciso prever algum reforço estrutural. Assim, você garante a sua segurança e a dos vizinhos.

-Usar o mesmo piso nos dois ambientes é o jeito mais simples de conquistar a união visual, nesse caso, escolha um acabamento lavável, mas saiba que é possível misturar materiais. O uso de soleira é bem-vindo, principalmente se os revestimentos tiverem espessuras variadas.

- Invista em uma boa coifa ou depurador! O equipamento deve ter alta capacidade de sucção (volume de ar que consegue absorver para devolver limpo), no caso do depurador, ou de vazão livre (capacidade de aspirar e expelir a fumaça da exaustão), no caso da coifa. Assim, a sala não ficará cheirando toda vez que você cozinhar.

-Fazer frituras é um hábito? Então é melhor repensar e abrir mão da união dos ambientes! Não há coifa que vença, e a casa fica mesmo engordurada,. Uma alternativa é um passa-prato que possa ser fechado na hora de fritar.

-Em um ambiente com poucos armários, aposte em utensílios bonitos e deixe-os à mostra. Mas sempre pense na funcionalidade: se a batedeira é linda, mas quase não é utilizada, só vai atrapalhar deixá-la sobre a bancada. Já uma bela cafeteira, usada diariamente, tem lugar garantido.

-Na hora de bolar o projeto de decoração, pense nos ambientes unidos como se fossem um só. Estabeleça um único estilo para a decoração e a mesma paleta de cores.

-Valorize a parede da pia: essa superfície geralmente fica em evidência ao olhar da sala para a cozinha. Vale apostar nas tradicionais pastilhas, em um mix criativo de ladrilhos... São infinitas as possibilidades de materiais, só fique de olho se a opção eleita aceita bem o contato com a água.

TAGS: decoracao; integrarambientes; decoracaointegrada; decor;

Facebook Facebook Facebook
Las

Piso Vinílico: Uma das Melhores Opções como Revestimento

24/05/2017

Quando chega a hora de escolher e colocar os pisos da reforma ou construção de uma residência as dúvidas de como escolher o melhore revestimento aparecem. Há diversas opões de pisos para os ambientes de uma casa. No mercado, há muitos estilos, texturas, materiais e valores diferentes. A escolha do piso ideal vai depender do seu orçamento, ambiente em que o piso será aplicado e orçamento disponível. O piso vinílico pode ser uma ótima opção em diversos aspectos.

O piso vinílico imita o aspecto da madeira, é perfeito para quem gosta dessa linha de estilo nos pisos e não dispõe de um orçamento alto. Esse tipo de piso pode ser aplicado em diversos ambientes, como cozinhas, quartos, sala de estar e salas de jantar. Locais com muita umidade como o banheiro deve ser evitado esse tipo de piso, pois ele não possui a resistência adequada.

O piso vinílico é um revestimento antialérgico, não mancha, é bastante resistente, com durabilidade alta e é perfeito para apartamentos pois faz pouco barulho ao caminhar nele.  Diferentemente do piso de madeira natural, não é necessário produtos específicos para sua manutenção e limpeza. Você pode passar apenas um pano úmido e um produto de sua preferência.

O piso vinílico possui um custo bastante acessível em comparação com outros revestimentos. Esse tipo de piso não é recomendado para áreas externas ou ambientes úmidos como o banheiro. O piso vinílico não possui resistência para grandes alterações de temperatura nem para umidade. Outro cuidado que vale ressaltar, é evitar o contato com objetos pontiagudos para não marcar o piso.

TAGS: pisovinilico; revestimentos; ; sulpiso;

Facebook Facebook Facebook
Las

Cômodas, do quarto para a casa toda!

18/05/2017

Apesar da maioria das pessoas usá-la apenas no quarto para guardar roupas, a cômoda não pode ser desdenhada pois ela pode muito mais!

Com suas gavetas, puxadores e uma bela bancada, a danada se acomoda bem em qualquer canto da casa e também tem o potencial de se reinventar!

Nos apartamentos e casas contemporâneos, muitas vezes o principal fator são os ambientes compactos, que obriga a adquirir um mobiliário multifuncional, que abrange várias possibilidades de uso em um só móvel. Com um design que poderá variar de estilo ou material, até mesmo no acabamento, às cômodas nunca comprometem o espaço, garantindo o armazenamento de vários objetos e uma maneira criativa que permite compor todos os projetos.

História:

Surgiu no final do século XV, tornando-se desde então um móvel muito cobiçado e popular. O seu estilo mudou ao longo do tempo, variando de acordo com as tendências ditadas em Milão, Itália, berço consagrado do design e dos lançamentos das inovações deste setor. O estilo pode ser Luís XV ou Luís XVI, e à diferença está que, no primeiro além de ser mais comum apresenta apenas dois puxadores. Já no segundo, apresenta uma gaveta profunda e estreita em cima, e duas abaixo com o mesmo tamanho e profundidade. Os pés apresentam o estilo "à grega", estilizados sutilmente. Além destes, o estilo "Queen Ann", surgido no século XVIII, apresentava gavetas muito reduzidas.

Entretanto, o mais popular é o "Estilo Vitoriano", caracterizando uma cômoda alta e com espelhos. Mas estilo, em uma época que todos visam o reaproveitamento dos móveis, através dos processos mais diversos é o que menos importa. Atualmente, cômodas simples, que são heranças de família, podem sim, ser muito bem aproveitadas em qualquer espaço de nossas casas e ganhar destaque, atrair todos os olhares e holofotes.

Uma simples cômoda antiga pode agregar à felicidade por unificar a simetria de ser uma peça afetiva, herdada e que queremos que esteja presente em nossas casas, com a consagração de ter uma nova função, criando uma personalidade para os nossos espaços, além de contar um pouco de nossas estórias. Acho muito interessante o contraste do contemporâneo, moderno e inusitado, das variações da atualidade com o antigo, aquele móvel repaginado, que colocamos para criar uma atmosfera diferente, com um ar chic e bastante original.

Pois bem, nem todos gostam de vivenciar lembranças com um móvel já existente, preferindo escolher as diversas opções de cômodas que existem no mercado. São inúmeras as formas e tamanhos, cores e materiais, desde uma cômoda de grandes lojas que podem ser usadas em qualquer ambiente. 

A cômoda "Bombê", preferida atualmente, surgiu no final do século XVII, na França e era utilizada para guardar roupas de cama, dos palácios da realeza, que deixaram o seu legado na história mundial por suas ideologias, hábitos, pensamentos intelectuais e cultura, que até hoje influenciam o comportamento e regras da sociedade no seu sentido mais amplo. Cada quarto apresentava uma ou duas cômodas, com a rouparia estampada por brasões. Hoje em dia, a "Bombê", ganhou novas versões, com cores vibrantes, espelhadas, estampada se muitas até bem arrojadas.

Existem as possibilidades de serem trocados apenas os puxadores, promover um acabamento diferente ou até manter a sua aparência original, são peças que contam história, vale combiná-los, hoje há opções de acabamento feito em laca com variada cores e texturas.

Mas em questão a maneira de serem usadas, todos os ambientes estão aptos para receber uma bela cômoda, dos quartos ao hall de entrada social, das salas de estar e jantar aos corredores amplos. Nas salas de jantar podem substituir os aparadores, nos quartos de bebê funciona com trocador. Com um jeito especial, casual e despojado, todos podem criar uma função adequada para ela, basta a criatividade e o bom gosto!

 

Cômoda preta lindaaa- Kasar 

Cômoda provençal- Kasar

Cômoda Bombé Clássica -Kasar

 

 

TAGS: comodas; decoracoes; salas; dormitorios; quartos; bombe; kasar;

Facebook Facebook Facebook
Las

Decoração de ambientes pequenos

15/12/2016

Ambientes pequenos são cada vez mais comuns. Com a valorização do m² e a diminuição da metragem de casas e apartamentos, é preciso aproveitar cada cantinho na hora de decorar.

Planejamento é fundamental

A primeira dica para quem está decorando ambientes pequenos é planejar. É necessário medir todos os cômodos antes de comprar os móveis para evitar investir no que não cabe na casa.

Móveis sob medida

Na hora de planejar a marcenaria, uma boa solução são móveis sob medida. Além de se encaixarem perfeitamente no espaço, eles se adequam às necessidades do morador e evitam o desperdício de espaço.

Cores neutras na base e nos revestimentos

Nada de investir em uma base com cores escuras, que podem transmitir a sensação de diminuição do espaço. Uma base neutra, com cores como o branco e o bege, pode ser utilizada e complementada com acessórios com cores mais ousadas. Essa dica é valiosa para, caso você enjoe das cores do ambiente, ter que apenas mudar os acessórios e não reformar todo o espaço.

Nichos são fundamentais

Quem precisa de espaços para guardar livros, acessórios e objetos da casa pode investir em nicho.

Portas de correr

Portas de abrir exigem um espaço para serem abertas, enquanto as de correr deslizam próximas à porta, economizando uma área de passagem. Invista nelas.

Integração é o segredo

A integração ambientes tem sido uma saída para ganhar espaço. Isso aparece em cozinhas americanas ou sala de jantar e de televisão integradas.

Espelhos nunca são demais!

Podem ser atrás de uma mesa de jantar e até da cama: é como se o espaço dobrasse de tamanho.

Desapegue sem dor no coração

Para terminar, a dica fundamental: quem quer decorar ambientes pequenos precisa saber desapegar. Às vezes, o velho está só ocupando espaço em sua casa.

TAGS: decoracao; decor; ambientespequenos; interiores;

Facebook Facebook Facebook
Las

Jardim Pequeno em Casa

17/11/2016

Com o ritmo de crescimento imobiliário, as casas e apartamentos estão ficando cada vez menores. Ter um jardim em casa é o sonho de muitas pessoas, mas num ambiente pequeno pode parecer difícil. Para te ajudar a construir um jardim pequeno na sua casa, preparamos algumas dicas super fáceis para você aplicar na sua casa.

 

Jardim pequeno pode ser aconchegante e gracioso

Alguns cuidados são indispensáveis na hora de montar o seu jardim, para que as plantas fiquem sempre bonitas. As plantas maiores e mais pesadas devem ficar em vasos grandes e firmes, para que seja um bom suporte para as plantas. Elas devem ficar mais para os cantos e tomar sol em algum horário do dia.

Decore o seu jardim pequeno com atenção

Se não couber uma planta maior no seu jardim, não insista, invista em plantas menores que são igualmente graciosas. Para que dessa forma seu jardim fique sempre saudável e bem cuidado. Apostar em treliças pode ser a saída para ganhar alguns centímetros de espaço e ter ainda mais vasos e espécies de plantas no seu jardim.

Usar espécies trepadeiras e pequenos vasinhos vão deixar qualquer parede mais bonita além de aumentar as possibilidades de ter mais plantas no seu jardim. Abuse das paredes para construir um jardim vertical ou para instalar uma jardineira com pequenas espécies.

 

Jardim pequeno com plantas de parede

Uma iluminação bacana pode fazer toda diferença num jardim pequeno. A iluminação pode preencher o ambiente e deixá-lo mais aconchegante. Alguns focos de luz, uma luz amarela e alguns efeitos podem deixar o ambiente mais agradável e valorizado. Você pode reutilizar materiais naturais como madeira e vasos de barro, você pode criar um mundo em miniatura em casa vaso.

 

 

 

 

 

 

TAGS: jardim; jardimpequeno; jardimemcasa; decordojardim; paisagismo;

Facebook Facebook Facebook
Las

Jeito de casa do interior

10/08/2016

Não tem nada melhor do que comida caseira, feita com calma e capricho no calor do fogão à lenha. Com cara de campo, fazenda, interior, pode ser instalado em casas, áreas externas e até apartamentos.

Existem vários modelos de fogão à lenha, mas todos procuram seguir a linha rústica para deixar o ambiente decorado com um toque de charme.

Antigo e robusto, o fogão à lenha costuma ser usado no preparo de refeições nos sítios e fazenda. O modelo tradicional é feito com tijolo e cimento, além de incluir uma chapa de metal para colocar as panelas e aquecê-las. Como a queima da lenha resulta em fumaça, a estrutura em alvenaria conta com uma chaminé. Este fogão a lenha é, sem dúvidas, a melhor opção para trabalhar o estilo rústico e o perfil da vida rural. O fogão à lenha não precisa ser feito necessariamente de tijolos, ele também pode ser montado com outro tipo de material, como o barro, o inox ou o ferro fundido.

Se você quer praticidade, existem infinitas peças prontas, pequenas, grandes, é só escolher o modelo e o tamanho! Na Ferreira Telhas, tem uma infinidade delas, vale a pena dar uma passadinha para ver!

Os modelos modernos apresentam melhor estrutura, contando com diversas bocas para preparar mais rápido a comida. Antes de incluir o fogão a lenha no visual da casa, é importante contar com um bom espaço e levar em consideração o bem-estar nos moradores. Vale também explorar as características positivas do fogão, como o seu potencial para deixar os ambientes aquecidos e aconchegantes durante os dias frios. Nossa dica é um fogão à lenha ecológico, ou seja, que produz menos fumaça na combustão e economiza lenha. Devido as suas características, este modelo pode ser inserido no interior da residência como objeto decorativo, sem que interfira na qualidade de vida dos moradores.

TAGS: fogaoalenha; fogao; decor; espaçogourmet; ferreiratelhas;

Facebook Facebook Facebook
Las

Dicas de decoração para espaço gourmet

15/10/2015

   Ter um ambiente em casa decorado especialmente para passar momentos de lazer e descontração com a família e amigos é o sonho de muita gente, principalmente em dias de folga ou férias. O ambiente gourmet é um espaço que pode ser grande ou pequeno e se for decorado da maneira correta poderá ficar muito aconchegante e super agradável.

Cork Color da Ceusa, para ambientes despojados! - Sulpiso Içara

 

   Um espaço gourmet pode estar presente em casas e também apartamentos, sendo que muitas vezes o local escolhido para receber esse ambiente é a varanda, porém qualquer espaço de uma residência pode ser transformado em um belíssimo ambiente gourmet.

Ladrilhinhos fofos da cerâmica Gabriela- Sulpiso Içara

 

   A decoração para espaço gourmet precisa de um pouco de atenção, pois, ela reúne diferentes itens que necessitam ser colocados nos lugares certos.

  -Dê as paredes cores sóbrias que deixam o ambiente mais amplo e iluminado, como: branco, bege e tons pastel de azul, verde e amarelo.

  -Divida a área gastronômica do ambiente gourmet em três partes: Quente (forno, fogão, churrasqueira), Molhada (pias e torneiras) e gelada (geladeira e freezer), sendo que a parte quente e a gelada devem ficar o mais distante possível.

  -Coloque uma bancada para preparo de alimentos perto do forno e da churrasqueira.

  -Ponha uma mesa grande, se o espaço permitir, ou uma mesa menor com cadeiras confortáveis.

Cartaz Mix super divertida! Sulpiso Içara

 

  -O espaço gourmet precisa ser coberto, por que a qualquer hora poderá chover, para isso ponha uma cobertura de vidro ou um toldo, assim poderá        curtir o seu ambiente gourmet sem preocupações.

  -A melhor iluminação para um espaço gourmet é a natural, ou seja a luz solar, porém devem ser adicionadas luminárias no teto, para o uso do espaço a noite.

  -Um armário com gavetas é imprescindível para guardar os utensílios de cozinha e os ingredientes que serão usados na preparação dos alimentos.

Ladrilho composê Brilhante, para dar um toque retrô ao espaço Gourmet- Sulpiso, Içara

 

Portanto se tem um espaço na sua casa ou apartamento que não é usado, transforme-o em um espaço gourmet, assim terá um lugar especial para curtir os dias de folga, finais de semana e férias com a família e amigos.

TAGS: #churrasqueira; #decoração; #loveit; #cooking; ; #gurmet; #kitchen; #project; #revestimentos; #sulpiso; #moderno; #decor; #;

Facebook Facebook Facebook
Las

Sala de Jantar

28/01/2015

  Reunir-se entorno da mesa de jantar é um dos momentos mais agradáveis do dia. Daí ser tão importante investir em uma decoração bonita, confortável e funcional. 


  A sala de jantar já foi um dos espaços mais glamorosos da casa e, ainda hoje, representa um local de sociabilização entre moradores e convidados. O importante é haver boa iluminação no ambiente, principalmente na área da mesa, e uma decoração confortável. Nada de cores frias ou móveis sem ergonomia. O melhor é apostar em tapetes, cortinas e tons quentes na parede. E quem vive em apartamentos pequenos e não tem espaço suficiente a sala de jantar, pode investir em bancadas junto à pia. O recurso facilita o momento das refeições e traz praticidade. Outra dica é usar bancos em um lado da mesa, espelhos na parede e aproveitar os cantos para instalar mesas redondas.

Fotos de sala de jantar Criare

 

TAGS: Sala; Jantar; Apartamentos; confortável;

Facebook Facebook Facebook
Las

juliane cardoso

Juliane Cardoso - Suelen Serafim

Projetos criativos ambientes planejados para refletir a alma de seus moradores. 

...

SulpisoKasar

Facebook

InatecGabriel Construções
EleganzaVitrolAmbience DecorAmbience DecorAmor e CarinhoPonto das TintasPonto das tintasVidraçaria Decor GlassFibra SulMorro Estevão Plantas OrnamentaisMarquesa HomeEkcel PiscinasQuinto ElementoEvisa
Juliane Cardoso 2014 © Todos os direitos reservados