Las

Vai financiar uma casa? Conheça mais sobre o processo

05/07/2017

Comprar uma casa pode ser um sonho na vida da maioria dos brasileiros e, por esse e outros motivos, as instituições e empresas que lidam com esse setor fazem de tudo para ajudar os consumidores a realizar esse desejo. Quem tem o nome em situação legal, consegue sair do aluguel ou trocar de moradia e, tudo isso, com estabilidade financeira, prazos de financiamento longos e diminuição do valor das prestações.

Condições para realizar um financiamento

Comprovante de rendaaqueles que desejam comprar um domicílio devem comprovar uma renda mensal pelo menos três vezes maior que o valor financiado. Ou seja, financiar uma casa só é possível se o custo mensal dela corresponder até 30% do seu salário. Para comprovar renda, basta fornecer um contracheque do emprego ou a declaração de imposto de renda.

Situação regular: uma das principais barreiras ao tentar conseguir um financiamento é ser inadimplente.

Caso o solicitante tenha seu nome incluído no Serasa ou SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), as chances de ser recusado são grandes, uma vez que mostra não merecer confiança por não ter honrado com alguma dívida.

Possuir um valor para entrada: quem deseja entrar em um financiamento, deve ter um valor em mãos (normalmente 20% do total do imóvel) para pagar como entrada.

O empreendimento só pode ser 100% financiado se for um lançamento. Por isso, tenha consciência de que é necessário ter uma reserva em dinheiro para começar o processo.

Pedido antecipado de financiamento

Apesar de muitos não terem conhecimento sobre isso, é válido saber que é possível dar entrada no pedido de financiamento antes de encontrar o tão sonhado lar.

Se a solicitação for aceita, a instituição bancária oferece uma carta de crédito como segurança de que o comprador terá o dinheiro necessário para fechar o negócio – isso se a documentação da residência estiver em ordem e se o proprietário atual não apresentar pendências financeiras. A carta de crédito tem validade de, pelo menos, três meses.

Como é feita a avaliação do imóvel?

Por meio de um engenheiro, empresa contratada ou arquiteto, o banco realiza a vistoria da residência a ser financiada, para confirmar o valor declarado. Logo após, o contrato é elaborado e comprador e vendedor assinam a papelada. O documento deve ser registrado em cartório e levado de volta ao banco.

Quais os documentos para financiar uma casa?

De antemão, é preciso entregar cópias e originais do RG e CPF (se for um casal, é preciso apresentar o documento de ambos), comprovante de estado civil e de renda, como holerites ou declaração completa do Imposto de Renda do casal.

Autônomos:

Aqueles que não recebem folha de pagamento, é possível comprovar renda por meio do contrato de prestação de serviços, declaração do IR, sindicato da categoria, recibo de pagamento por trabalhos já realizados ou Decore – Declaração Comprobatória de Recepção de Rendimentos.

Aqueles que não tem conta em banco, devem preencher uma ficha de cadastro sob orientação do gerente, que vai informar caso a caso os documentos necessários para o processo. Além disso, é feita uma análise cadastral, que auxilia a verificação de nome no SPC e Serasa. Se não existir empecilhos nesses quesitos, a liberação do crédito será aprovada com um período de validade, que pode variar conforme o banco e a situação de cada solicitante.

Compare diversas condições

A maior parte dos bancos preferem credenciar empresas especializadas para cuidar desse tipo de processo, pois isso toma muito tempo das agências bancárias. Alguns financiamentos podem sair um pouco mais caros do que o previsto, já que existem instituições que cobram até 5% do preço do imóvel do cliente alegando que o valor inclui o pagamento das taxas cartoriais, Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis e gastos menores. Os candidatos a mutuários têm a vantagem de que, o fato de as agências serem credenciadas por vários bancos permite que elas realizem cotações gratuitas. Isso pode ser uma facilidade para a preparação de documentos e preenchimento de formulários, além de ter de decidir a melhor proposta. Por outro lado, é preciso atentar-se, já que em alguns casos os intermediários tentam fazer com que o cliente realize o financiamento no banco, que paga a maior comissão.

Mesmo que o serviço de financiamento seja encontrado em diversos bancos, o que diferencia o serviço são as formas de pagamento, a duração dos contratos, as taxas de juros cobradas e o percentual do imóvel. Agora que você já sabe que financiar uma casa não é algo tão difícil assim, converse com o seu banco para iniciar as etapas de liberação de crédito.


 

TAGS: financiamentodecasa; casapropria; construcaodecasa; minhacasa; gabrielconstrucoes;

Deixe seu comentário

Facebook Facebook Facebook
Las

juliane cardoso

Juliane Cardoso - Suelen Serafim

Projetos criativos ambientes planejados para refletir a alma de seus moradores. 

...

SulpisoKasar

Facebook

InatecGabriel Construções
EleganzaVitrolAmbience DecorAmbience DecorAmor e CarinhoPonto das TintasPonto das tintasVidraçaria Decor GlassFibra SulMorro Estevão Plantas OrnamentaisMarquesa HomeEkcel PiscinasQuinto ElementoEvisa
Juliane Cardoso 2014 © Todos os direitos reservados