Las

Piso vinílico: Vantagens, desvantagens

22/04/2019

O piso vinílico vem fazendo muito sucesso nas reformas de casas e apês hoje em dia, isso porque reúne inúmeras vantagens, além de ser um investimento bem econômico! Mas será que ele é o revestimento certo para o tipo de piso que você procura?

O que é piso vinílico?

O piso vinílico é um tipo de revestimento feito de resina de PVC, cargas minerais e outras substâncias plastificantes, podendo ser encontrado nas versões placa, manta ou régua. É um dos materiais mais bonitos, resistentes e que traz muito conforto ao espaço onde será instalado.

Outra qualidade é a facilidade de simular outros materiais, como a madeira, por exemplo, que é o modelo mais buscado do material.

Em quais ambientes pode aplicar piso vinílico?

Esse tipo de piso pode ser instalado em qualquer ambiente desde que seja interno e coberto, desde salas e quartos, a ambientes mais úmidos como banheiros e cozinhas.

Para cada tipo de ambiente existem linhas específicas, que atendem quesitos de baixa absorção de umidade e facilidade de limpeza.

Vantagens e desvantagens do piso vinílico

Como muitos outros materiais, o piso vinílico também deve ser colocado na balança com relação às suas qualidades e defeitos, e a partir disso você decide se é o melhor para o que você busca ou não:

 

Vantagens

  • Alto desempenho termoacústico, ou seja, auxilia no controle da temperatura interna do ambiente e ainda abafa sons, sejam vindos de fora ou evitando ecoar barulhos internos.
  • Não acumula poeira e é extremamente fácil de limpar, portanto é um material indicado para casas com alérgicos, crianças e animais.
  • Variedade de cores e modelos no mercado, desde temas mais infantis a diferentes tons de madeiras para combinar com variadas decorações. Inclusive existem modelos que imitam pedras naturais, como mármore.
  • Instalação muito rápida e prática com relação a pisos tradicionais. Dentre as técnicas de instalação estão clique, adesivo ou uso de cola, depende do modelo. Sendo assim, não é necessária nenhuma quebradeira para instalar.

Desvantagens

  • Não se dá com qualquer superfície, como um piso de madeira tradicional, por exemplo, pois pode deixar o piso vinílico com aspecto rugoso. Sendo assim, o piso deve ser liso, nivelado e revestido antes de aplicar o vinílico.
  • Pisos vinílicos não duram tanto tempo quanto os pisos de peças frias, portanto exigem troca com o tempo. Duram no máximo 15 anos.
  • Proibido para áreas externas, já que não têm resistência a umidade e exposição solar.

 

Principais diferenças entre piso vinílico e piso laminado

  • O piso vinílico é feito de PVC, já o laminado possui camadas de materiais derivados da madeira, em que somente a externa ganha a estampa decorativa e é colada nas demais abaixo.
  • Com relação ao nivelamento necessário do piso, o laminado sai ganhando pois é considerado piso flutuante, ou seja, o piso abaixo não precisa estar em perfeitas condições, pois não afeta no piso laminado.
  • Quanto ao abafamento de sons, o piso vinílico abafa muito melhor do que o laminado, o qual propaga sons facilmente.
  • O piso vinílico tem texturas mais antiderrapantes, enquanto que o piso laminado é mais liso e pode causar acidentes mais facilmente com crianças, idosos ou animais.
  • Quanto à absorção de umidade, o piso vinílico resiste mais a contato com água, pois no piso laminado existem camadas de madeira de verdade, e se não limpar logo a água que cair, pode absorver rapidamente. Mas lembrando que nenhum deles é indicado para áreas úmidas ou externas.
  • Quanto à limpeza, é mais difícil limpar piso laminado, exigindo materiais de cerdas suaves, sem causar ranhuras, e manutenção para um piso sempre limpo e bonito pode precisar de verniz.

Tipos de piso vinílico:

Piso vinílico em manta

O mais simples e barato dos modelos é o piso vinílico em forma de manta. Exige que o piso abaixo esteja bem liso e uniforme para evitar rugosidades e outros defeitos superficiais.

Funciona como um adesivo extenso aplicado por toda a superfície, se aderindo aos poucos pelo viso. Como tem um acabamento bem macio, pode riscar fácil por conta de coisas pontiagudas ou móveis por cima.

 

Piso vinílico em régua (autocolante ou encaixe)

Também tem o modelo de piso em forma de réguas flexíveis, que podem ser coladas diretamente no piso ou encaixadas entre si, fazendo um “click”. Tem um bom acabamento quanto a evitar furos e amassos no piso.

Dentre os dois, o de maior resistência e rigidez são as réguas de encaixe, além de quem essas dispensam processos de secagem nem corre risco de o piso descolar da base; a única necessidade é ser exatamente sob medida para não ficar “bambo” no piso.

Quanto a custos, as réguas de encaixe são mais caras do que as réguas adesivas.

 

Piso vinílico em placas

Este já é um modelo mais rígido do piso vinílico, mais resistente a furos e mantém o acabamento macio do material. São como peças soltas que se encaixam entre si.

Dependendo da estampa das peças, pode criar efeitos únicos de padrão decorativo. Se acontecer algo com o piso em determinada área, apenas a placa prejudicada pode ser trocada sem afetar as outras.

TAGS: decoracao; decor; revestimentos; pisos; decoracoes; pisosvinilicos; vilinico;

Deixe seu comentário

Facebook Facebook Facebook
Las

juliane cardoso

Juliane Cardoso - Suelen Serafim

Projetos criativos ambientes planejados para refletir a alma de seus moradores. 

...

SulpisoKasar

Facebook

InatecGabriel Construções
EleganzaVitrolAmbience DecorAmbience DecorAmor e CarinhoPonto das TintasPonto das tintasVidraçaria Decor GlassFibra SulMorro Estevão Plantas OrnamentaisMarquesa HomeQuinto ElementoOrnamento
Juliane Cardoso 2014 © Todos os direitos reservados