Las

Boiseries, as molduras de gesso, voltam como tendência de estilo clássico.

27/06/2019

Acessíveis e elegantes, molduras têm origem na França e conferem ar sofisticado aos ambientes.

No sentido mais cru da palavra, boiserie, em francês, significa madeiramento em português.

Boiserie (lê-se “boaserrí”) é um clássico tipo de revestimento de origem francesa, criados por volta do século 18, que nada mais é que uma decoração com molduras ou painéis em relevo, geralmente em portas ou paredes.

Uns falam que é vintage, outros chamam de estilo clássico, mas com certeza é nova tendência que veio para ficar.

Com uma decoração clássica no ambiente, o boiserie serve de pano de fundo perfeito, mesmo numa parede básica branca, trazendo elegância e sofisticação no espaço.

As molduras são ótima opção para quem busca tornar o ambiente mais elegante, sem gastar muito. Adicionar boiseries não causa grande impacto no valor final do projeto. Os valores dependem muito de cada demanda, mas as molduras de gesso saem mais em conta. Também é possível criar boiseries de madeira e de poliestireno. O acabamento fica bom, porém tem um custo maior. 

As vantagens, das boiseries de gesso além do preço acessível, está no resultado final. Elas emolduram as paredes com muita elegância, e quando os móveis inseridos no contexto são contemporâneos, fica incrível, traz um charme muito especial.

Boiserie moderno

O estilo mais clássico de boiserie é aquele branquinho, em formatos retos e retangulares nas paredes, aplicados mais ou menos no meio da superfície, mas uma tendência que vem crescendo cada vez mais é o uso de boiserie em decorações modernas, com adaptações a esse estilo.

Jogos visuais com essas molduras podem ser criados nas paredes, conferindo muito dinamismo e ousadia.

Ou até proporções exatas e geométricas, com quadrados ou retângulos semelhantes em uniformidade por toda a parede.

Além disso, as cores e elementos decorativos como quadros e pinturas também agregam ao efeito moderno, como um quadro com frases ou listras, pinturas modernas ou vintage, dentre outros. Cores mais sóbrias e escuras nas paredes também fazem a diferença e uma iluminação mais moderna no ambiente também.

 

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Maneiras de valorizar a área externa da sua casa

12/06/2019

Mesmo sendo um ambiente mais informal e alegre, é preciso cuidar com alguns detalhes importantes que podem garantir a durabilidade a vida útil dos itens escolhidos para decorar esse espaço. Confira as dicas de profissionais da área para quem não quer errar na escolha dos produtos.

 

Iluminação

É possível transformar ambientes de uma maneira incrível através da iluminação. Hoje o mercado traz uma gama de opções, com estilos e dimensões variadas. Os produtos vão desde os conhecidos espetos de jardim até luminárias mais sofisticadas. Por se tratar de itens que estarão expostos à alterações climáticas é preciso verificar o Índice de Proteção (IP) do produto. Alguns oferecem proteção contra exposição ao sol, vento, chuva e poeira. Caso a luminária não seja em alumínio, o ideal é escolher com uma boa pintura, como a epóxi, que oferece elevada resistência química e mecânica (impacto, corrosão, radiação U.V., etc). Além disso, hoje é possível encontrar projetores de médio e longo alcance, com baixíssimo consumo de energia e que ainda possibilitam a troca de cores. Essas características permitem infinitas possibilidades ao executar os projetos.

Tecidos

Os tecidos são um grande aliado na decoração de ambientes ao ar livre. A gramatura e a composição têxtil possuem grande influência na durabilidade de um tecido, bem como o tipo de tingimento ao qual ele foi submetido: Tecidos de fio tingido possuem durabilidade maior e tendem a desbotar menos. Já os com estampa digital também podem ser utilizados, mas possuem uma vida útil mais curta. Para deixar o espaço mais alegre, escolha de estampas tropicais, e o uso de tons de verde, azul e amarelo. ao local.

 

Mobiliário

Para espaços externos, uma dica é escolher móveis que componham o ambiente de forma acolhedora. Vale lembrar que é preciso estar atento aos materiais e especificações de cada um deles, garantindo assim a sua durabilidade. De acordo com ele, os materiais mais indicados nesses casos são alumínio, vidro ou fibras sintéticas de alto desempenho.

 

Proteção Solar

Nem só de futons e espreguiçadeiras vive uma área externa. É sempre muito importante pensar em proteção solar, existem inúmeras opções de toldos, ombrelones e persianas que cumprem esse papel: No caso das persianas, existem telas solares que permitem o contato externo mesmo abaixado, com alto grau de absorção de raios UV. Já os toldos podem ser equipados com sensores de vento e sol, que recolhem ou abrem automaticamente de acordo com as condições climáticas.

Piso

Os pisos são parte importante da ambientação externa. Pisos e Móveis, decks em madeira valorizam esteticamente os projetos e, além disso, ainda impactam diretamente no valor de revenda do imóvel futuramente. A aplicação da madeira nas áreas externas deve ser feita no contra piso e não na grama, pois esta pode reter umidade e diminuir a vida útil da matéria prima. A largura do deck pode variar, promovendo diferentes efeitos no projeto. Além disso, eles são ideais para o entorno de jacuzzis, piscinas e spas, pois oferecem grande resistência a alterações climáticas e também por não superaquecerem quando expostos ao sol. 

Cuidados importantes

Mesmo com tecidos específicos e materiais de alta durabilidade, é preciso cuidado constante na manutenção de ambientes externos. No caso de chuvas, é importante retirar o enchimento das almofadas para que sequem ao sol mesmo quando possuem capas de tecido impermeável. Já os toldos foram desenvolvidos para proteção solar e não para chuvas. Nestes casos devem ser recolhidos para preservar a integridade das peças. Se a tela do toldo molhar, é necessário projetá-la para que seque ao sol e evitar danos como mofo, entre outros.

 

TAGS: decor; decoraçao; decoracaodeinteriores; ambientesintegrados; varandas; varandasintegradas; areaexterna; jardim; paisag;

Facebook Facebook Facebook
Las

FORMAS DE DECORAR COM QUADROS NA PAREDE

31/10/2018

Na hora de decorar e dar mais personalidade aos ambientes da casa, quadros sempre são uma boa opção. E eles podem ser dos mais diversos estilos e formatos: com moldura ou sem; quadro de fotos ou de pinturas; redondos, quadrados e retangulares. A partir daí já dá pra fazer uma infinidade de composições para preencher uma parede com pequenos e grandes quadros e decorar a casa com muita originalidade.

Para quem não sabe por onde começar na hora de decorar com quadros, separamos algumas regrinhas básicas e dicas fáceis para você organizar os quadros na parede e decorar qualquer cantinho da casa!

 

Pendure um quadro grande na cabeceira da cama

Em cima da cabeceira ou até mesmo no lugar dela, coloque um quadro grande. Fica bem legal se o quadro for da largura da cama. Se isso não for possível, coloque quadrinhos menores nas laterais para preencher o espaço. A dica também serve para a mesa da cozinha ou na parede do sofá.

 Agrupe os quadros alinhados em uma moldura

Como se existisse uma moldura invisível, pendure os quadros dentro do limite dessa moldura – seja ela um quadrado ou um retângulo. Esse agrupamento é bom para quem não quer errar na hora de pendurar os quadros na parede.

 

Na escada, pendure em linha reta a partir do teto

Para não deixar os quadros espalhados e perdidos na escada, tenha como base uma linha reta – e imaginária – a partir do teto. Aí, você pode encaixar os quadros de diversos formatos respeitando essa linha.

 

Pendure alguns na parede e encoste outros na prateleira

Essa é uma boa escolha para quem quer algo diferente. Instale uma prateleira curtinha na parede e encoste alguns quadros – mesmo que um fique na frente do outro. Para compor a decoração, pendure outros do lado da prateleira.

 

Preencha espaços estreitos com pequenos quadros

Do lado da estante ou aquela parede que  – aparentemente – não cabe nada, pendure quadros pequenos.

 

Use uma linha reta como base e abuse na composição

Na parede do sofá, da mesa da cozinha ou até mesmo em uma parede lisa, crie uma linha imaginária no limite do móvel e decore com quadros de todos os tamanhos e formatos.

 DICA EXTRA: Use um papel pardo e fita crepe para fazer a marcação dos quadros, antes de pendurá-los. Também é válido fazer uma marcação no centro do papel (ou nas pontas) para colocar os pregos e pendurar os quadros com mais facilidade.

 

É claro que essas são apenas algumas sugestões. Vale lembrar que você pode criar composições bem diferentes, como colar um adesivo na parede no lugar de um quadro.

 

 

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Escolha a tinta certa para a pintura: tipo, acabamento, rendimento e cor.

29/10/2018

Para saber qual é a tinta certa, você deve olhar primeiro se o local tem ou não contato com água (banheiro, cozinha e lavanderia precisam de tinta resistente à água) e qual é o tipo de superfície (alvenaria, madeira, metal);

Para pintura em área interna a seca, você pode usar látex.

Para pintura em área externa ou áreas molhadas (banheiro e cozinha), você pode usar tinta acrílica.

Para áreas molhadas, também é possível usar tinta epóxi, que pode ser aplicada em paredes, pisos, azulejos, ferro e aço, box, piscinas e caixas-d água. A epóxi é a mais cara que a acrílica, mas aguenta limpeza pesada e dura mais.

Independente da área, se a superfície for madeira ou metal, você pode aplicar tinta esmalte.

Sobre acabamento:

Existem três tipos de brilho: fosco, acetinado (também chamado de semi-brilho) e brilhante. Eles influenciam na aparência e durabilidade. Quando mais brilho tiver a tinta, mais durável será porque contêm mais resina. Por outro lado, quanto mais brilhante é a tinta, mais aparecem às imperfeições da parede e mais difícil é a remoção e repintura. Quanto mais brilho, maior a durabilidade e o preço.

 

Sobre o rendimento:

Existem três tipos: premium (alto rendimento), standard (rendimento médio) e econômica (rendimento baixo). Quanto mais rende, maior o preço. Mas na verdade, você vai precisar aplicar menos demãos e justamente por serem menos camadas, a pintura vai ficar mais bonita.

Sobre a escolha da cor:

Experimente primeiro. Compre latas pequenas para teste e faça quadrados de várias cores na parede para escolher e que mais te agrada. E só compre a quantidade total depois que tiver certeza do tom que escolheu.

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Quadros grandes são tendência

02/07/2018

Aprenda a fazer composições bonitas e cheias de harmonia

Arrumar os quadros na parede pode até parecer algo simples, mas, se você não fizer da forma certa, pode comprometer a decoração inteira! Os quadros grandes voltaram com tudo esse ano. São muitas opções de telas e desenhos: estampas geométricas, abstratas, pinturas famosas, fotos de viagens - dá para botar tudo isso no seu cantinho. Confere só:

Use um único quadro para deixar a parede clean

O minimalismo é uma das grandes apostas. Esse estilo é pautado na ideia de que “menos é mais” e de que você tem que valorizar os objetos que realmente gosta em casa. Por isso, usar um único quadro grande é a escolha certa para os amantes dessa tendência. Você pode optar por uma pintura bem colorida para contrastar em paredes claras ou até mesmo um modelo em preto e branco, para criar uma estética vintage. Que tal?

Já pensou em apoiar o quadro no chão?

A grande vantagem dos quadros grandes é que eles ficam visíveis independente de onde estejam. Por isso, você também pode apoiá-los no piso: essa é uma forma moderna e super original de incluir a sua arte na decoração. Mas atenção: eles estarão soltos na parede, sem nenhum parafuso ou tipo de fixação. Por isso, você deve tomar cuidado para não deixar em nenhum lugar de passagem para ninguém esbarrar. Nesse tipo de arrumação, o quadro deve ficar levemente inclinado, dando um toque mais estiloso para o ambiente. E aí, vai aderir?

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

5 passos para reformar a casa sem gastar muito

23/06/2018

Saiba como enxugar o orçamento da obra e fazer uma reforma sem dores de cabeça

O resultado é compensador, mas quem já fez uma reforma em casa sabe que quem mais sofre é o bolso. Mesmo com tudo planejado, sempre aparecem imprevistos que acabam fazendo o orçamento estourar ou até interrompendo a obra. Para ajudar nesse processo e evitar gastos a mais com revestimentos.

Duas demãos nem sempre é a solução

O pintor preparou aquela lista extensa de todos os litros de tinta que vai precisar para cobrir as paredes da casa ou do cômodo reformado. Porém, nem todos os espaços ficarão à mostra após a colocação dos móveis. “Oriente o pintor a passar somente uma demão de tinta antes dos móveis serem inseridos no ambiente e, após a colocação, cubra com a segunda demão somente as superfícies que ficaram expostas.

Aposte nos móveis slim

As lojas de móveis planejados costumam orçar as peças com grandes espessuras e tamponamento, o que aumenta o custo do projeto. Optar por um mobiliário slim, com menos material e espessura mais fina, faz com que o valor do orçamento caia pela metade. Com esse respiro, é possível, inclusive, investir em melhores ferragens, o que garante uma vida útil maior ao móvel.

 

Ouse nos objetos de decoração

Acabamentos em laca, pintura automobilística ou vidro encarecem bastante o preço do mobiliário. Desta forma, deixe para colocar cor e ousar nos objetos decorativos, que podem ser adquiridos aos poucos e irão trazer personalidade aos espaços, podendo ser substituídos ao longo do tempo.

O que os olhos não veem, o coração não sente

Deixe para aplicar pastilhas, papéis de parede e rodapés somente após a colocação dos móveis. Onde o mobiliário irá cobrir, não há necessidade de revestir, diminuindo consideravelmente a quantidade de material comprado.

 

Planejamento é tudo

Organize todas as etapas da obra para programar quais passos serão seguidos, e em que ordem devem ser realizados para ter mais assertividade e menos quebra-quebra. Para ajudar neste planejamento, a contratação de um profissional da área é muito importante, pois ele já está habituado a lidar com esse tipo de serviço e irá orientá-lo da melhor maneira para ter menos custo e mais agilidade em todo o processo.

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Saiba como enxugar o orçamento da obra e fazer uma reforma sem dores de cabeça

20/04/2018

O resultado é compensador, mas quem já fez uma reforma em casa sabe que quem mais sofre é o bolso. Mesmo com tudo planejado, sempre aparecem imprevistos que acabam fazendo o orçamento estourar ou até interrompendo a obra.

Duas demãos nem sempre é a solução

O pintor preparou aquela lista extensa de todos os litros de tinta que vai precisar para cobrir as paredes da casa ou do cômodo reformado. Porém, nem todos os espaços ficarão à mostra após a colocação dos móveis. Oriente o pintor a passar somente uma demão de tinta antes dos móveis serem inseridos no ambiente e, após a colocação, cubra com a segunda demão somente as superfícies que ficaram expostas.

Aposte nos móveis slim

As marcenarias costumam orçar as peças com grandes espessuras e tamponamento, o que aumenta o custo do projeto. Optar por um mobiliário slim, com menos material e espessura mais fina, faz com que o valor do orçamento caia pela metade. Com esse respiro, é possível, inclusive, investir em melhores ferragens, o que garante uma vida útil maior ao móvel.

Ouse nos objetos de decoração

Acabamentos em laca, pintura automobilística ou vidro encarecem bastante o preço do mobiliário. Desta forma, deixe para colocar cor e ousar nos objetos decorativos, que podem ser adquiridos aos poucos e irão trazer personalidade aos espaços, podendo ser substituídos ao longo do tempo.

O que os olhos não veem o coração não sente

Deixe para aplicar pastilhas, papéis de parede e rodapés somente após a colocação dos móveis. Onde o mobiliário irá cobrir, não há necessidade de revestir, diminuindo consideravelmente a quantidade de material comprado.

Planejamento é tudo

Organize todas as etapas da obra para programar quais passos serão seguidos, e em que ordem deve ser realizada para ter mais assertividade e menos quebra-quebra. Para ajudar neste planejamento, a contratação de um profissional da área é muito importante, pois ele já está habituado a lidar com esse tipo de serviço e irá orientá-lo da melhor maneira para ter menos custo e mais agilidade em todo o processo.

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

O cinza é o novo bege

12/04/2018

 Abuse de sua tonalidade neutra em paredes

Nada de branco ou bege. A onda agora é apostar nos tons de cinza para trazer elegância aos ambientes da casa. A cor neutra, sinônimo de equilíbrio, pode ser facilmente usada no lugar do branco (quando em tonalidades claras) e do preto, no caso de tons escuros (chumbo, por exemplo). Passando pelo próprio prata. O cinza remete à cidade e à vida contemporânea, garantindo um ar moderno e atemporal à decoração.

Ótima combinação para tons vibrantes como o amarelo e o vermelho, o cinza deixa o espaço mais jovem e com ar moderno.  A ideia vale para itens do mobiliário, tapetes e até na pintura das paredes. A cor funciona com praticamente tudo , branco, bege e madeiras em tons claros. Vale também apostar em cores como amarelo queimado ou violeta para os acessórios e objetos. Use o cinza sem medo de errar, afinal, cinza é o novo bege!

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Dicas para você fazer uma decoração em gesso incrível

10/10/2017

Você descobriu o efeito incrível que uma decoração em gesso pode trazer à sua casa, mas ainda não sabe como vai acionar ao seu ambiente?

Alguns acham que o gesso pode ser colocado sem qualquer planejamento, mas isso não é verdade. Se você quiser um trabalho bem feito você precisa saber como será a iluminação do ambiente, se você irá querer um roda-teto ou não. Para te ajudar, vamos te explicar sobre cada item e te dar material visual para você ter ideia de como vai fazer seu cantinho.

Decoração em gesso

Os apartamentos estão cada vez menores e, o gesso é um material que pode te ajudar muito, tanto no teto, como nas paredes.

-No teto, o gesso é utilizado para embutir a iluminação e tem a função de isolamento acústico (ele ajuda a diminuir o barulho da sua vizinha que adora praticar sapateado a noite).

-Nas paredes, ele ajuda a criar nichos, divisórias de ambientes e elementos decorativos, além de diminuir o quebra quebra em uma reforma futura.

Forro de gesso

A decoração em gesso ajuda a embutir as luminárias, deixando o teto com menos imperfeições visuais. Assim ninguém vai ficar olhando para o seu teto (até pode parecer brincadeira, mas isso realmente acontece!). Com o forro de gesso, você consegue economizar um pouco com as luminárias, já que luminárias embutidas tendencialmente são mais baratas. Mas atenção defina o posicionamento e as luminárias que serão embutidas antes de iniciar o trabalho do gesseiro.

Dicas:

-Hoje já não se usa mais a “sanca tradicional“, procure elementos mais minimalistas, assim a chance de você enjoar diminui muito e os detalhes vão sempre estar em alta.

-Você pode limitar o uso do gesso e criar apenas rebaixos específicos para as luzes.

 

 

Paredes e nichos

O gesso pode ser utilizado para criar divisórias de ambientes ou para promover nichos.

Essa também é uma forma de permitir passar mais pontos de tomada ou iluminação sem quebrar as paredes, além de criar elementos decorativos incríveis.

Você pode também utilizar o gesso para economizar espaço e marcenaria e planejar toda uma parede com vãos rebaixos e nichos.

 

Dicas da Gabriel Construções

– Luminárias de embutir precisam sempre de um vão de 10 a 18 cm para serem instaladas, então antes de pensar no gesso, pense nas luminárias, pois você pode comprar uma luminária e ela não encaixar;

– Evite rebaixar tetos e deixar ambientes com menos de 2,40 metros de altura. Em espaços pequenos, isso provoca um achatamento do ambiente e dificulta a vida daquele visitante mais alto.

– Para banheiros utilize o gesso acartonado com proteção contra umidade, isso evita manchas de mofo provocadas pela umidade do chuveiro;

 

– Sempre aplique um primer de gesso antes da pintura, especialmente no gesso de placa, para evitar o aparecimento de mofo ou trincas;

 

TAGS: gessonadecoracao; gesso; decor; decordeinteriores; gessonodecor;

Facebook Facebook Facebook
Las

As sensações e significados das cores

26/06/2017

As diferentes cores de tinta e mesmo de objetos provocam sensações psicológicas diferentes, instigando sentidos, habilidades de comunicação ou mesmo favorecendo um humor mais calmo ou agressivo. Veja abaixo um resumo do significado das cores.

Vermelho

Forte e marcante, é uma cor que traz vitalidade e eleva a autoestima nas pessoas e nos ambientes. A dica é mesclar diferentes tons para não sobrecarregar o espaço.

Palavras-chave: CALOR , PAIXÃO, VIGOR, FORÇA, ENERGIA

Cuba Deca vermelha- Tramontin Bagno Design

 

Laranja

Essa cor aquece e alegra os espaços; estimula a comunicação e criatividade e também o apetite. Utilize em acessórios e objetos para não pesar o ambiente.

Palavras-chave: ALEGRIA, ENERGIA, VITALIDADE, CRIATIVIDADE

Amarelo

Seat Garden de porcelana laranja- Kasar Decorações

 

Amarelo

Cor da luminosidade e da juventude, o amarelo transmite energia e estimula a concentração, comunicação e inspiração.

Palavras-chave: COMUNICAÇÃO, OTIMISMO, INSPIRAÇÃO, ENERGIA

Almofadas Kasar Decorações

 

 

Azul

O azul transmite tranquilidade, harmonia e paz. A cor está associada também à sensação de segurança e ao lado mais racional e técnico.

Palavras-chave: SERENIDADE, IMAGINAÇÃO, RELAXAMENTO, SEGURANÇA

 

Ladrilho Blue Memory Decortiles- Sulpiso

 

 

Roxo

A cor está associada às transmutações e ciclos de mudança, ao luxo, sobriedade e feminilidade.

Palavras-chave: LUXO, INTUIÇÃO, TRANSMUTAÇÃO, MEDITAÇÃO

 

   

Parede roxa

 

 

Rosa

Cor do amor incondicional e da felicidade, o rosa é predominantemente feminino, está associado ao romantismo e transmite simpatia e delicadeza aos ambientes.

Palavras-chave: FEMINILIDADE, DOÇURA, FELICIDADE, DELICADEZA

Murano rosa- Kasar Decorações

 

 

Cinza

Símbolo de equilíbrio e solução de conflitos, nos ambientes internos vale mesclar o cinza com detalhes ou objetos coloridos dando um tom jovem à decoração.

Palavras-chave: EQUILÍBRIO, NEUTRALIDADE, AUTOCONTROLE, INDEPENDÊNCIA

 

Bancada Silestone cinza- Bella Pietra

 

 

 

Marrom

Geralmente essa cor é utilizada através dos tons de madeira e revestimentos, mas pode marcar presença também com objetos de decoração. Transmite conforto e estabilidade e é excelente para diversas combinações em suas tonalidades – desde o bege ao marrom mais escuro.

Palavras-chave: ELEGÂNCIA, DISCRIÇÃO, CONFORTO, ESTABILIDADE

Tinta Acrílica Super Premium Marrom- Centro de Pinturas Renner

 

 

Preto

Elegante e sofisticado. É um grande coringa quando usado nos detalhes, para destacar cores fortes ou combinado a cores neutras.

Palavras-chave: INTELIGÊNCIA, ELEGÂNCIA, FORÇA, PROTEÇÃO

 

.

Pendente Preto de Cristal- Inatec

 

 

 

 

 

 

 

TAGS: decoracao; cores; coresemambientes; coresnadecoracao; coresesensacoes;

Facebook Facebook Facebook
Las

Nada de deixar espaços perdidos e sem decoração

08/06/2017

Quadros, prateleiras, plantas e adesivos podem ser boas alternativas para tornar a área útil e bonita.

Confira mais ideias

As paredes do corredor, da churrasqueira, da lavanderia, da varanda e até mesmo da sala costumam ser esquecidas na hora de decorar. Mas com um pouco de criatividade, é possível deixá-las, não somente em destaque, como torná-las mais úteis. Para tanto, é possível apostar em quadros com bonitas molduras, papéis de parede diferentes, azulejos portugueses, revestimentos volumosos ou mesmo em prateleiras, nichos e vasos.

Já ouviu falar em boiserie?

De madeira, gesso e até isopor, a técnica francesa garante beleza e classe aos ambientes.

Uma forma de emoldurar a parede. Assim pode ser definido a boiserie, revestimento francês típico do século 18 que enche as paredes de charme e estilo com painéis de madeira adornados por molduras em série. Mas se o nome remete à carpintaria, ao longo do tempo a técnica sofreu transformações para se tornar mais acessível. Assim, pode ser feita, hoje, em cimento, madeira, gesso e até isopor.

Durante a popularização do revestimento, a chamada “falsa-boiserie” entrou em cena e deslocou a madeira para o fundo do painel ou simplesmente a eliminou do processo, abrindo espaço para alternativas com outros materiais. E, ao contrário do que se possa imaginar, o uso dessas soluções nas molduras não prejudicou o impacto do efeito – principalmente quando a pintura era o objetivo final.

Ao investir em boiseries de molduras baratas como gesso e isopor, entretanto, a preocupação inicial deve ser torná-las resistentes aos impactos. Uma saída possível é aplicar tinta acrílica sobre as peças, o que confere mais durabilidade ao modelo.

Efeito carregado

Quem decide usar boiseries nos ambientes não pode confundir seu efeito com o de rodameios que dividem a parede em duas partes por meio de uma moldura horizontal,  ou o de “lambris”, réguas de madeira coladas ou fixadas na parede. Além disso, ao escolher o revestimento francês, alguns cuidados precisam ser tomados.

Dica

-Quanto mais alto as placas e molduras forem instaladas, mais pesado será o resultado na decoração. Quando for instalar, divida a parede em quadros e coloque o revestimento até 85 cm do chão. Além disso, saiba que o efeito naturalmente irá reduzir o pé direito, já que divide os espaços.

TAGS: decordeparedes; ; boiserie; decoracaodeinteriores; decor; ; decorespacosvazios;

Facebook Facebook Facebook
Las

Cores de tintas: Como combinar cores nos ambientes

25/05/2017

Para combinar cores nos ambientes você precisa conhecer um pouco o círculo cromático e ter em mente que móveis e objetos de decoração também fazem parte do processo; mas como escolher entre tantas opções de cores de tintas disponíveis no mercado? E quais são os melhores tons para cada ambiente? Separamos algumas dicas e ferramentas para facilitar sua escolha, afinal uma nova pintura pode ser a solução ideal para repaginar a decoração da casa sem ter de fazer uma reformar ou trocar móveis; além de ser uma opção bastante econômica.

Harmonizando as cores com o círculo cromático

O círculo cromático é uma ferramenta de estudo e harmonização de cores, nele as cores ficam lado a lado dentro de um círculo, na mesma ordem que aparecem no espectro cromático. As cores são classificadas dentro desse formato e essa classificação nos ajuda a entender como uma cor pode ser combinada com a outra. Essa mesma classificação pode ser utilizada na hora de decorar ambientes e escolher as cores de tintas de cada parede.

 

Para harmonizar diferentes cores de tintas nos ambientes, guie-se com o círculo cromático.

 

Classificação das cores no círculo cromático

 

Cores primárias: São elas o azul, o amarelo e o vermelho; recebem esse nome pois dão origem as demais cores. Elas podem ser combinadas com tons neutros como o cinza, o branco, o preto, tons de madeira e marrom.

Cores Secundárias: Laranja, Verde e Roxo. São a mistura entre duas primárias (amarelo + vermelho = laranja, etc). Podem ser combinadas com cores terciárias, cores neutras ou combinadas tom sob tom.

Cores Terciárias: São as cores obtidas da mistura entre duas cores secundárias, as variações de tons. Elas podem ser harmonizadas entre si, de maneira monocromática ou combinadas utilizando tríades.

Cores Análogas: São as cores próximas a uma cor no círculo cromático, por exemplo: As cores análogas do amarelo são o vermelho e o laranja; as cores análogas ao rosa são o vermelho e o roxo, etc. Essa harmonização resulta em combinações mais suaves.

Cores Complementares: Esse nome é dado a duas cores opostas dentro do círculo cromático: Vermelho e verde, Laranja e Azul, Amarelo e Roxo, etc. Essa combinação resulta em um máximo contraste entre cores, produzindo um efeito vivo e forte nos ambientes.

Cores Frias X Cores Quentes: Como o nome diz, são as cores que transmitem ou não a sensação de calor; imagine uma linha dividindo o circulo cromático ao meio. As cores quentes são o vermelho, amarelo, laranja e tons próximos como o rosa. As frias são o verde, azul, roxo e tons mais escuros como azul marinho e marrom. As cores quentes deixam o ambiente mais vivo, enérgico enquanto as frias deixam o clima mais aconchegante.

Cores Neutras: Essa harmonização é a grande preferência na hora da decoração, seja na escolha de cores de paredes ou de móveis. Isso justamente por possibilitar diferentes combinações de acessórios e objetos de diversas cores e nunca enjoar o morador de sua escolha. As cores neutras são o branco, o cinza, o preto, o bege e o marrom.

 

TAGS: tintas; cores; discocromatico; decoracaocomcores; ; opoderdascores; decor; salas; quartos; hall; centrodepinturas;

Facebook Facebook Facebook
Las

O cinza é o novo bege

12/04/2017

Abuse de sua tonalidade neutra em paredes

Nada de branco ou bege. A onda agora é apostar nos tons de cinza para trazer elegância aos ambientes da casa. A cor neutra, sinônimo de equilíbrio, pode ser facilmente usada no lugar do branco (quando em tonalidades claras) e do preto, no caso de tons escuros (chumbo, por exemplo). Passando pelo próprio prata. O cinza remete à cidade e à vida contemporânea, garantindo um ar moderno e atemporal à decoração.

Ótima combinação para tons vibrantes como o amarelo e o vermelho, o cinza deixa o espaço mais jovem e com ar moderno.  A ideia vale para itens do mobiliário, tapetes e até na pintura das paredes. A cor funciona com praticamente tudo , branco, bege e madeiras em tons claros. Vale também apostar em cores como amarelo queimado ou violeta para os acessórios e objetos. Use o cinza sem medo de errar, afinal, cinza é o novo bege!

 

TAGS: ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Portões

01/03/2017

Quem mora em casas sabe que o portão escolhido para o imóvel é determinante para a privacidade e segurança da família.

Na hora de fazer a escolha, no entanto, existe uma lista de fatores que precisam ser considerados e mesmo as soluções que parecem mais óbvias, como a opção por portões fechados por causa da segurança, merecem um olhar atento.

A segurança depende de vários fatores, não só dos portões. Se, por um ponto de vista, os portões vazados podem permitir que pessoas mal-intencionadas vejam o que acontece dentro da residência, por outro lado permitem que quem está do lado de fora perceba que está ocorrendo uma invasão.

Escolher o material do portão pelo custo de compra e deixar de pensar na manutenção que ele demanda também pode ser arriscado,  portões de ferro por serem mais baratos, mas não levam em consideração que este tipo de estrutura precisa receber manutenções semestrais para evitar a ferrugem e renovar a pintura.

A mesma constatação vale para os portões de madeira, que devem ser lixados e envernizados a casa seis meses, no mínimo.

 

Portões de alumínio.

 

Atualmente é possível encontrar no mercado portões de alumínio que saem de fábrica com acabamentos que imitam madeira ou outros materiais, o que diversifica as possibilidades estéticas do produto. Por outro lado, os portões desse material sempre terão perfis quadrados ou retangulares, determinados pelo modo de fabricação das chapas de alumínio.

 

Por isso, se a ideia é ter um portão com estilo neoclássico, com curvas e perfis arredondados, o ideal é usar o ferro, que pode ser moldado. Você também pode escolher um portão que seja uma composição de mais de um material, como um modelo com estrutura em alumínio e fechamento em vidro, solução geralmente usada em edifícios comerciais, residências e casas situadas em condomínios fechados. 

TAGS: portoes; aluminio; ferro; fachada; decoracao; serralheriaagnes;

Facebook Facebook Facebook
Las

Sem Medo De Parede Preta

15/09/2016

 

Pintar as paredes com tinta preta é uma ótima opção para uma mudança radical de estilo e sofisticação na sua casa!

 Disfarça bem as imperfeições da parede e ajuda a integrar nichos, prateleiras ou sancas. Fica luxuoso mesmo em espaços pequenos e despretensiosos.

Dica: Cuidado ao comprar a tinta preta fosca pois ela risca bastante então se quiser o efeito fosco não utilize essa tinta em corredores ou lugares de passagem. Tente usar a tinta preta fosca atrás da cama ou de um sofá pois são lugares mais protegidos. Caso queira um pouco mais de brilho a tinta acrílica semi-brilho limpa melhor esses riscos que acabam acontecendo.

No Centro de Pinturas, tem várias versões do pretinho básico!Vai…tome coragem e acredite no preto !!!

TAGS: decorpreta; paredespretas; decoraçao; pretoetudo;

Facebook Facebook Facebook
Las

O cinza é o novo bege

02/08/2016

  Abuse de sua tonalidade neutra em paredes

 Nada de branco ou bege. A onda agora é apostar nos tons de cinza para trazer elegância aos ambientes da casa. A cor neutra, sinônimo de equilíbrio, pode ser facilmente usada no lugar do branco (quando em tonalidades claras) e do preto, no caso de tons escuros (chumbo, por exemplo). Passando pelo próprio prata. O cinza remete à cidade e à vida contemporânea, garantindo um ar moderno e atemporal à decoração.

 Ótima combinação para tons vibrantes como o amarelo e o vermelho, o cinza deixa o espaço mais jovem e com ar moderno.  A ideia vale para itens do mobiliário, tapetes e até na pintura das paredes. A cor funciona com praticamente tudo , branco, bege e madeiras em tons claros. Vale também apostar em cores como amarelo queimado ou violeta para os acessórios e objetos. Use o cinza sem medo de errar, afinal, cinza é o novo bege!

TAGS: cornaparede; cinza; tintas; tintasrenner; centrodepinturas;

Facebook Facebook Facebook
Las

A cor e seus efeitos

29/01/2016

  Um guia básico para te orientar na hora de escolher as cores e combinações

  Quais tons tranquilizam ou agitam?

  Matizes frios, como azuis e verdes, acalmam. Já os quentes, como amarelos, laranjas e vermelhos, estimulam. Escolha a nuance adequada à sua personalidade e à atividade realizada no ambiente que vai ser pintado.

 

   Como as cores são usadas na decoração?

  Não há regra. Há quem prefira o monocromático, a cor evidencia volumes, cria profundidade, integra com o meio externo, traz sentimentos e sensações e faz referência à natureza. Por isso, essa decisão depende de um estudo detalhado dos objetivos do projeto.

 

  Há tons ideais para climas quentes ou frios?

  Cores mais claras vão bem a regiões quentes porque não retêm calor. As saturadas trazem acolhimento a locais frios.

 

  Como associar cores num mesmo ambiente?

  Uma ideia é utilizar os sistemas de combinações harmônicas, contrastantes ou monocromáticas. As harmônicas são associações de matizes vizinhos no círculo cromático - vermelhos com laranjas e violetas, laranjas com amarelos e vermelhos ou ainda amarelos com laranjas e verdes. As contrastantes ficam opostas no círculo cromático e criam ambientes mais surpreendentes - vermelhos com verdes, laranjas com azuis ou amarelos com violetas. Já as monocromáticas permitem unir tons sobre tons, mais claros e mais escuros, de uma mesma cor (degradê).

 

  As cores ampliam ou reduzem o espaço?

  Em geral, as claras parecem ampliar e as escuras aproximam e trazem aconchego. Branco no teto é uma boa maneira de refletir a luz natural.

  MODOS DE PINTAR

 

  Posso usar a mesma cor na casa toda?

  Nesse caso, sugiro um tom off-white, branco acrescido de um pouquinho de outra cor, derivada do piso. Mantenha tetos, rodapés e portas totalmente brancos, para um contraste suave.

 

  Tons fortes estão na moda?

  É sempre um risco pintar paredes internas com cores intensas. Para não cansar, a dica é não tingir os tetos com a mesma tonalidade.

 

  Fica bom colorir mais de uma parede?

  Não há regras para o número de paredes a serem pintadas. O mais comum é usar um tom saturado em apenas uma por ambiente, pois o contraste atrai o olhar. Exceção feita quando a cor visa destacar um volume (exemplo: a caixa da escada).

 

  É legal pintar um cômodo de cada cor?

  Nesse caso, o melhor é eleger versões suaves como diferentes tons pastel. Assim, a linguagem fica homogênea em todos os ambientes. Mesmo usando matizes saturados, o importante é que exista uma comunicação visual entre todos os espaços da casa.

 

  Como combinar piso, parede e rodapés?

  Se o piso cerâmico for mesclado, por exemplo, a parede deverá ser neutra, branco, gelo, palha, para não haver excesso de informação visual. Se o piso for homogêneo, as cores podem ser as mais variadas, dentro da lógica de combinações cromáticas.

 

  Como harmonizar paredes e móveis?

  O ideal é começar pelas paredes, caso a decoração não esteja pronta. Se os móveis já existirem, o jeito é escolher uma cor neutra para as paredes, como branco, palha ou pérola. Apenas evite usar madeira e muitas paredes escuras, evitando um visual pesado, e não deixe tudo branco.

 

  A luz altera a cor?

  O ideal é fazer um teste no local onde o tom será aplicado, com a iluminação já definitiva. Há pequenas embalagens de tinta no mercado próprias para isso. E atenção: como a regulagem das máquinas tintométricas pode variar de loja para loja, o ideal é comprar toda a tinta no mesmo ponto-de-venda.

 

  Qual a melhor cor para cada ambiente?

   Essa é uma questão de gosto e personalidade. Opções vibrantes podem ser usadas em espaços de descanso, desde que estejam na parede onde contato visual é menos frequente. Exemplo: a parede atrás da cama do quarto. É possível ter uma sala de almoço verde-clara, que representa tranqüilidade, ou mesmo laranja, cor quente e mais alegre.

TUDO SOBRE TINTAS

  Quais são os novos produtos?

  Os últimos avanços da indústria criaram as tintas à base de água. Com pouco ou nenhum solvente, elas colaboram para o meio ambiente e para a saúde dos usuários. Há ainda opções com seticidas e fungicidas, perfumadas e as próprias para gesso.

 

  Como escolher uma tinta de qualidade?

  Prefira um produto de um dos fabricantes do Programa Setorial da Qualidade - Tintas Imobiliárias garantia de conformidade às normas técnicas. Em termos de qualidade, em primeiro lugar estão as acrílicas premium, em seguida as látex PVA e depois as acrílicas econômicas. Mas atenção: as econômicas podem oferecer cobertura inferior e exigir várias demãos.

 

  Há acabamentos que ocultam imperfeições?

  As tintas brilhantes evidenciam os defeitos da parede. Se quiser disfarçar as imperfeições, prefira as versões foscas.

 

  Semibrilho, acetona ou fosca?

  A primeira tem alta concentração de resina e pigmentos e por isso oferece longa durabilidade, boa cobertura e lavabilidade. A acetinada se destaca pela ótima qualidade e a superfície aveludada. Já a fosca de primeira linha tem concentração média de resina. Detalhe: as foscas de segunda e terceira linhas trazem menos resina e pigmento na mistura; por isso, rendem menos e pedem mais demãos.

 

  Por que surgem manchas e descascados?

  Se a preparação da parede seguiu as instruções de profissionais e fabricantes (inclusive os 28 dias necessários à cura do reboco), veja se a superfície não ficou úmida da chuva. A massa usada para corrigir imperfeições também pode deixar a superfície com diferentes porosidades e manchar. Já o descascamento ocorre quando a pintura é feita sobre cal ou gesso: nesses casos, use fundo preparador.

 

  Que tinta facilita a limpeza das paredes?

  O melhor é adotar as mais laváveis, como as acetinadas ou semibrilho. Se as paredes já estiverem pintadas com tintas látex PVA ou acrílico fosco, aplique verniz acrílico, que torna a superfície mais brilhante, resistente e de fácil limpeza.

  Dicas de Cores que vão deixar qualquer ambiente moderno

  414-3 Toasted Almond – Tintas Renner- Centro de Pinturas

  515-4 Moth Gray- Tintas Renner- Centro de Pinturas

  315-4 Pony Tail- Tintas Renner- Centro de Pinturas

TAGS: cor; ambiente; tintas; tintasrenner; cornaparede; decor; ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Cores exercem influência na energia da casa

09/12/2015

 

  Escolha da tonalidade certa no quarto pode trazer benefícios para o sono. Já ambientes pintados de amarelo ganham mais claridade!

 

  Referências: Earthy Octher 315-5 - Tintas Renner

                      Gray Stone 517-4 - Tintas Renner

                      Citrus Spice 110-7 - Tintas Renner

 

Lindo Ambiente com tons claros, ideal para seu sono!! Centro de Pinturas -  Tintas Renner

 

  A escolha das cores que pintam as paredes da casa é uma atividade que deve ser muito bem planejada. Isso porque elas exercem bastante influência na energia do lar, assim como têm o poder de fazer um ambiente parecer maior do que é.

  Alterar a cor da parede ajuda a mudar a decoração de uma maneira sem tanto custo. É só repintar a casa que ela ganha outro astral!

  Cada ambiente deve receber a tonalidade adequada para que a função do local não seja prejudicada. O quarto, por exemplo, precisa de cores relaxantes. Já o escritório ganha mais prazer ao ser habitado quando há tons que estimulam a criatividade.

 

  Dormitório – O que torna o sono agitado são as tonalidades quentes. Portanto, o ideal é evitar cores como o vermelho e laranja na parede. Tais tons ativam o raciocínio e podem influenciar negativamente o momento de dormir.

  Lilás e tons azuis e pastéis ficam liberados pelo fato de transmitir uma sensação de calma. Essas cores são relaxantes.

  Ao contrário do que muitos imaginam uma parede pintada de tinta preta não é uma má ideia. Esta cor e o cinza deixam o quarto mais escuro, o que favorece o sono. A dica é colocar uma cabeceira mais colorida no dormitório e usar um tom mais escuro em uma das paredes.

 

Tonalidades frias, ideal para uma ótima noite de sono!! Centro de Pinturas

 

  Referências: Chinese Porcelain 449-6   Tintas Renner

                      Poppy Pods          526-6  Tintas Renner

                      Earl Gray             522-5   Tintas Renner

 

  Sala de estar – Além de ter funcionalidade, as cores precisam ter a identidade do morador. Para isso, é preciso escolher uma cor para pintar o ambiente de acordo com a personalidade de quem habita a casa.

  O proprietário pode eleger uma parede e aplicar um tom mais fechado, mais escuro, enquanto usa uma cor base para as outras laterais. A estratégia é oferecer a sensação de profundidade.

 

Lindo ambiente! Con a escolha da tinta perfeita! Você encontra no Centro de Pinturas - Içara

  Cozinha – Se a intenção é manter os convidados famintos, com vontade de saborear suas receitas ao entrar na cozinha, utilizar tons quentes neste ambiente é o mais indicado. Eles têm o poder de aumentar o apetite.

 

  Referências:  Burnt Red 133-7    Tintas Renner

                      Rum Punch 231-7  Tintas Renner

           

Cozinha com cores quentes na parede! Centro de Pinturas

 

   Escritório – Quem trabalha no sistema Home Office, dentro de casa, precisa se concentrar. No entanto, o ambiente também requer uma cor que estimule a criatividade, como o laranja. Tons muito escuros atrapalham a claridade, a visualização das coisas. Desta maneira, a sugestão é utilizar tonalidades mais claras.

  O amarelo é uma cor boa para trazer claridade para o local. Se o ambiente recebe pouca luz, a tinta vai beneficiar a iluminação.

 

Referência: Citrus Spice 110-7 - Tintas Renner

             

Escritório com a cor ideal! Centro de Pinturas

TAGS: #cores; #tendencia; #tintas; #decor; #interiores; #centrodepinturas; #renner; #euconfio;

Facebook Facebook Facebook
Las

Foque em cores mais claras para as paredes

05/11/2015

   As melhores cores para as paredes de uma sala de estar pequena, com certeza são as cores claras e neutras, pois elas abrirão o espaço e deixarão o ambiente com aquela sensação de que é maior. Quando digo cores claras e neutras, a primeira coisa que vem na sua cabeça é a cor branca, não é mesmo? Mas você não precisa usar obrigatoriamente a cor branca tradicional, pois existem várias outras cores que são claras e neutras, por exemplo:

Ambiente com cores claras e neutras - Centro de Pinturas

Escolha a Tinta Certa - Renner - Centro de Pinturas

 

-Bege claro  (Almonde Cream Ref 315-3)

-Marrom claro (Puppy Paws Ref 422-4)

-Cinza claro (Pale Smoke Ref 507-2)

-Branco gelo ( Delicate Wite Ref 518-1)

 

Todas as referências são da Tintas Renner – Centro de Pinturas em Içara.

 

Essas cores além de gerar amplitude ao ambiente combinam com praticamente tudo.

Tons claros geram amplitude no ambiente - Centro de Pinturas - Renner

 

   Dica Extra: Escolha apenas uma cor para pintar as paredes, assim você criará sensação de continuidade nas paredes, gerando amplitude ao cômodo.

   Se você gosta de cores vivas, você pode optar em usar cores em tons pastéis como, amarelo pastel, azul pastel…Mas tome bastante cuidado ao usar cores nas paredes, verifique se as cores vão combinar com os móveis dando o contraste certo.

 

 

TAGS: #tintas; #renner; #centrodepinturas; #interiores; #loveit; #decor; #escolhacerta; #apostenoclaro; #tonspasteis; #tonscin;

Facebook Facebook Facebook
Las

Dicas para harmonizar molduras, quadros e paredes em casa

08/12/2014

  Para valorizar ainda mais um ambiente, dar um toque divertido nas fotos da parede, a moldura tem um papel fundamental.

  Seguem algumas dicas para melhor aproveitar este recurso e deixar as paredes da sua casa ou escritório com a sua cara.

-Evite exceder na quantidade e no tamanho dos quadros quando o local tiver dimensões pequenas ou que já conte com muitos móveis.

-Procure adequar o estilo do quadro ao estilo da moldura. E ambos devem não podem conflitar com o clima do cômodo. Uma sala clássica com móveis de mogno fica destoante com um quadro com uma moldura moderna. Ambientes modernos pedem quadros com texturas ou gravuras.

-Vidros para trabalhos em papel podem ser o modelo anti-reflexo.

-As molduras até são dispensáveis em alguns quadros, mas caso a tela seja uma pintura a óleo, o mais indicado é usar sempre a proteção lateral.

-Uma moldura côncava deixa a impressão mais aumentada da obra. Muito útil para quadros pequenos. Já uma pintura sem perspectiva pede uma moldura convexa, dando a impressão de que ela está saindo da parede.

-Se o desenho for mais dramático, mais denso, vale usar molduras de linhas fortes para conter a imagem. Para coisas mais delicadas, a moldura simples e leve não atrapalha.

-Procure usar cores marcantes no passepartout (aquela tela que separa a obra com a moldura). Com isso, a imagem fica mais separada da moldura e cria uma sensação de perspectiva. Tonalidades mais claras como o bege podem ser usados para acentuar as cores mais fortes.

-Pintura com cores mais vibrantes e quentes como o vermelho, o uso de molduras igualmente quentes ajuda na valorização. Já as cores frias como o verde pede cores similares.

TAGS: Molduras; Quadros; Paredes; ;

Facebook Facebook Facebook
Las

Ele virou Objeto de desejo!

05/12/2014

  Ele fica perfeito na decoração tradicional e fica melhor ainda na moderna, o contraste do espelho bem detalhado e com cara de antigo perto de móveis arrojados fica incrível. O Espelho Veneziano surgiu em Veneza no século XIV, quando os artesãos inventaram a técnica de fabricar espelhos com superfície lisa e fundo metálico, usada até hoje. Naquela época um espelho desses custava mais que uma pintura de Rafael, por exemplo. Mas, em 1660, o vaidoso Rei Luís XIV (o Rei Sol), da França, subornou os artesãos de Veneza para que contassem o segredo da fabricação de tais espelhos, dessa forma, conseguiu que fossem fabricados na França.

  Atualmente os espelhos venezianos são objetos de desejos, e combinam em todos os ambientes, hall, dormitório, lavabo, sala de jantar, em fim basta pendurar!

Espelhos Venezianos Kasar Presentes e Decoração

TAGS: Espelhos; Veneziano; França;

Facebook Facebook Facebook
Las

juliane cardoso

Juliane Cardoso - Suelen Serafim

Projetos criativos ambientes planejados para refletir a alma de seus moradores. 

...

SulpisoKasar

Facebook

InatecGabriel Construções
EleganzaVitrolAmbience DecorAmbience DecorAmor e CarinhoPonto das TintasPonto das tintasVidraçaria Decor GlassFibra SulMorro Estevão Plantas OrnamentaisMarquesa HomeEkcel PiscinasQuinto ElementoEvisa
Juliane Cardoso 2014 © Todos os direitos reservados