Las

Decore você mesmo sua casa!

01/03/2018

Conhecer o próprio gosto e respeitar o estilo de vida é essencial para quem vai montar a casa por conta. Dá trabalho, demanda tempo, mas o resultado é uma relação única com o lar!

O que inspira uma pessoa na hora de decorar a casa? A resposta para isso é pessoal e intransferível. Pode ser o gosto pelo cinema, a vontade de montar um cantinho com todas as coisas preferidas, o estilo meio hipster ou refinado e por aí vai. O fato é que casa vazia é um desafio e tanto para qualquer um. Principalmente para quem tem jeito para garimpar, decorar e arrumar tudo.

Sem dor de cabeça

Siga alguns passos para não errar na hora da contratação:

Peça referências. Este é um dos bons e velhos jeitos de conduzir a obra: perguntar para pessoas próximas quem foi o pedreiro, empreiteiro, eletricista, pintor ou marceneiro que trabalhou em uma obra que você considera bem sucedida. Verifique se o profissional cumpre prazos, deixa o lugar limpo, economiza material e por aí vai. Outro perigo comum é ter um “faz-tudo” que não executa o trabalho corretamente. É melhor contratar um especialista para cada área.

Coloque tudo no papel. Faça um contrato simples, mas que contenha informações como prazos, forma de pagamento, descrição das atividades a serem realizadas e forma de pagamento. É importante deixar ao menos uma parcela para ser paga após a entrega da obra.

Relação de material. Se o encarregado da obra não for comprar os materiais, monte com ele uma lista do que tem de ser encomendado. Procure comprar tudo de uma só vez, para barganhar preços e parcelamento mais vantajoso nas lojas.

Planejamento

Alguns cuidados na escolha de produtos e dimensionamento do espaço são importantes para a decoração:

Estude a planta. Desenhe o formato do seu espaço como se o estivesse vendo de cima. Seja detalhista, anote colunas, portas, janelas, tomadas. Depois tire as medidas das paredes e anote junto delas. Das janelas e portas, marque a largura, altura e distância do piso. Tire fotos de todos os ângulos possíveis do ambiente.

Eleja as cores. Defina uma paleta de cores, que será o seu mapa para comprar tintas, tecidos e objetos. O objetivo é ter um esquema de cores equilibrado e harmonioso. Uma boa dica é fazer uma colagem com imagens que reflitam a atmosfera que se quer para decoração e depois analisar o conjunto buscando uma cor predominante, que poderá estar presente em uma parede maior ou até em um móvel de destaque; e as cores secundárias, para outros objetos.

Passeie pelas lojas. Pode incluir as de móveis usados na sua lista, onde há peças interessantes. Procure conhecer produtos, anote preços e medidas. Lembre-se que em muitas empresas há profissionais de arquitetura e design que ajudam no dimensionamento do espaço, definição dos revestimentos e cálculo da quantidade de pontos de luz, por exemplo. Esses profissionais não fazem projetos, mas auxiliam na escolha.

Evite comprar por impulso. Ainda que seja uma liquidação. É provável que você economize mais fazendo compras planejadas do que adquirindo peças que você não sabe se caberão no seu ambiente

TAGS: ;

Deixe seu comentário

Facebook Facebook Facebook
Las

juliane cardoso

Juliane Cardoso - Suelen Serafim

Projetos criativos ambientes planejados para refletir a alma de seus moradores. 

...

SulpisoKasar

Facebook

RefrilarBella Pietra
InatecGabriel ConstruçõesTramontinEleganzaVitrolAmbience DecorAmbience DecorPiccolo e LessaLOKANDAGaleria R.AAmor e CarinhoPonto das TintasPonto das tintas
Juliane Cardoso 2014 © Todos os direitos reservados